14/11/2017 07h30

Com novo viveiro automatizado, Fibria triplica produção de mudas na unidade de Três Lagoas

Com uma área de 48 mil metros quadrados, o novo viveiro automatizado tem capacidade para produzir 43 milhões de mudas de eucalipto

 
Redação
 
Operando como uma espécie de “fábrica de mudas”, o novo viveiro automatizado conta com 24 robôs (Foto/Assessoria) Operando como uma espécie de “fábrica de mudas”, o novo viveiro automatizado conta com 24 robôs (Foto/Assessoria)

A Fibria, empresa brasileira e líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, inaugurou recentemente o primeiro viveiro automatizado de mudas de eucalipto do mundo.

Com uma área de 48 mil metros quadrados, o novo viveiro automatizado tem capacidade para produzir 43 milhões de mudas de eucalipto por ano e será a base de suprimento para a operação florestal da companhia em Três Lagoas (MS), onde a Fibria iniciou, no final de agosto, a operação de sua segunda fábrica de celulose.

Operando como uma espécie de "fábrica de mudas", o novo viveiro automatizado conta com 24 robôs que realizam a seleção, plantio, diagnóstico das mudas e até o embarque automático para o transporte, tudo com base em inteligência artificial. A tecnologia foi importada da Holanda, onde já é usada para o plantio automatizado de mudas de flores. Esse modelo permitirá à Fibria ter uma produtividade três vezes maior do que um viveiro tradicional.

(*) Assessoria de Comunicação

Envie seu Comentário