06/04/2018 09h52

Contra prisão de Lula, manifestantes do MST bloqueiam três rodovias em MS

Três rodovias federais que cortam o Mato Grosso do Sul amanheceram bloqueadas pelos militantes do MST, que mobilizaram mais de 380 pessoas que protestam contra a mandado de prisão do ex-presidente Lula

 
Ricardo Ojeda
 
Logo nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira os manifestantes do MST interditaram três rodovias em Mato Grosso do Sul (Foto:Divulgação) Logo nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira os manifestantes do MST interditaram três rodovias em Mato Grosso do Sul (Foto:Divulgação)

Vários militantes rurais, ligados ao MST de Mato Grosso do Sul estão desde as primeiras horas desta sexta-feira promovendo manifestações em algumas rodovias federais do Estado.

Os sem terras bloquearam KM, 444 da BR 262 entre Campo Grande para Aquidauana, próximo ao acesso do município de Dois Irmãos de Buriti. A orientação da PRF, para quem for deslocar nesse trecho, é deixar sua viagem para depois do almoço, quando muito provavelmente, a rodovia será liberada.

 
Na região próximo ao município de Dois Irmãos de Buriti a BR 262 está bloqueada nos dois lados da via (Foto:Divulgação) Na região próximo ao município de Dois Irmãos de Buriti a BR 262 está bloqueada nos dois lados da via (Foto:Divulgação)
CONGESTIONAMENTO

De acordo com informações de alguns motoristas que estão parados no local, o congestionamento é grande nos dois lados da pista.

Outra rodovia bloqueada pelos manifestantes do MST é a BR 267, (no trecho próximo ao distrito da Casa Verde), entre Nova Alvorada do Sul à Bataguassu. Já na região sul do Estado, os Sem Terra bloquearam a BR 163, nas proximidades do município de Itaquiraí.

Segundo informações dos lideres nacional do movimento, 370 pessoas estão participando das três manifestações por não concordarem com a decisão do juiz Sergio Moro que expediu o mandado de prisão contra o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

 
O líder nacional do MST, João Pedro Stedile conclamou a militância  para uma paralisação nacional bloqueando várias rodovias no país (Foto:Reprodução) O líder nacional do MST, João Pedro Stedile conclamou a militância para uma paralisação nacional bloqueando várias rodovias no país (Foto:Reprodução)
MOVIMENTO NACIONAL

Conforme nota publicada no jornal O Estadão, o MST iniciou nas primeiras horas desta sexta-feira (6) o bloqueio de rodovias no Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Bahia, Pernambuco e Espírito Santo. De acordo com o coordenador do movimento Alexandre Conceição, a ideia é bloquear 50 BRs em 24 Estados, em protesto contra a decretação da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com informações divulgadas no site R7, o líder do MST, João Pedro Stedile, usou o Facebook, no início da noite de ontem, quinta-feira (5), para pedir que a militância do movimento não desanime diante da prisão do líder petista.

Assista ao vídeo do líder do MST

"Amanhã, vamos sofrer uma dura derrota, com a prisão do Lula", disse Stedile na rede social. "Não desanimem, estamos num processo como se fosse um longo campeonato", disse, comparando a disputa política com um jogo de futebol. "Vamos dar o troco, vamos libertar o Lula", disse o líder sem-terra. "Só não vence, quem não luta", afirmou, depois de dizer que há uma agenda de eventos de mobilização popular de preparação para as eleições de outubro.

Envie seu Comentário