11/06/2018 09h59

ESF Maristela recebe visita da coordenação de setores de Vigilância em Saúde e Saneamento

Como vem ocorrendo em outras unidades de Saúde já visitadas, objetivo é divulgação e atualização do padrão de procedimentos

 
Redação
 
Como vem ocorrendo em outras unidades de Saúde já visitadas, objetivo é divulgação e atualização do padrão de procedimentos (Foto/Assessoria) Como vem ocorrendo em outras unidades de Saúde já visitadas, objetivo é divulgação e atualização do padrão de procedimentos (Foto/Assessoria)

Equipe da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Três Lagoas esteve na unidade de Estratégia de Saúde da Família – ESF Jardim Maristela, na manhã de sexta-feira (08).

A mesma equipe, representada pela coordenação dos Setores de Vigilância Epidemiológica e Controle de Endemias, no decorrer da semana passada, esteve nas unidades de ESF Santa Rita, ESF Paranapungá, ESF Jardim Athenas e também na Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas, "onde funciona também um Núcleo de Vigilância Epidemiológica", como informou a bióloga Geórgia Medeiros de Castro Andrade.

"A meta é visitarmos todas as unidades básicas de Saúde, ou seja, as unidades de ESF e de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde – EACS", anunciou o coordenador do Setor de Endemias da SMS, Alcides Divino Ferreira.

"Junto com a atualização de informações sobre o padrão de procedimentos de enfrentamento à dengue, chikungunya e leishmaniose, procuramos também trocar experiências do trabalho diário e de rotina que é feito nas unidades e nas visitas domiciliares, especialmente, no que tange às ações de todos os setores da Diretoria de Vigilância em Saúde e Saneamento", completou Alcides.

Na reunião com as duas equipes de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), enfermeiras e técnicas de enfermagem da unidade de ESF Jardim Maristela, coordenada por Shirley Aparecida Gasparelli, foi apresentada também a "Lista de Agravos e de Notificação Compulsória Imediata", cujas ocorrências devem ser comunicadas ao Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde do Estado de Mato Grosso do Sul – CIEVS-MS, assim como os números dos telefones dos vários Setores da Vigilância em Saúde e Saneamento, especialmente da Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica e Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

"Estas reuniões são importantes e valiosas para alinharmos os procedimentos, trocarmos experiências e solucionarmos dúvidas", resumiu Alcides.

(*) Assessoria de Comunicação

Envie seu Comentário