28/12/2017 06h41

Mais de 305 mil pessoas participaram de ações culturais em Três Lagoas este ano, conforme balanço da Diretoria de Cultura

A diretoria atingiu, de janeiro a dezembro deste ano, aproximadamente 305 mil pessoas com as atividades desenvolvidas na cidade já contabilizando o Natal

 
Redação
 
Cerca de 70 mil compareceram no local da festa (Foto/Assessoria) Cerca de 70 mil compareceram no local da festa (Foto/Assessoria)

Focando na minimização do impacto social de Três Lagoas e em uma gestão autossuficiente, Rodrigo Fernandes, Diretor de Cultura da cidade, comemora o saldo positivo de atividades realizadas ao longo deste ano.

Segundo o Diretor, contar com a compreensão da gestão do prefeito Angelo Guerreiro sobre o quão importante são as atividades sócio-culturais para a cidade fez toda a diferença para fechar 2017 com conquistas importantíssimas para o município.

"Hoje temos projetos sociais desenvolvidos com Exército, Diocese de Três Lagoas, Missão Salesiana, UFMS, IFMS, Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Sindicato dos Comerciantes Varejistas, Associação Comercial, Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, além de vários outros parceiros, produzindo sempre o melhor com consciência, coerência e entendimento de trabalho", explica.

Entre os projetos desenvolvidos pela pasta em 2017 estão: Oficina de Capacitação do PROSIMC (Projeto de Apoio à Estruturação dos Sistemas Municipais de Cultura); Exposições e Oficinas de Desenho Artístico e Pintura dentro da categoria Artes Plásticas; Projeto Bocacine e Cine Clube em Áudio Visual; Festival Dança Três na categoria Danças; Apoio a Comunidade Aitiana dentro de Projetos Sócio-Culturais; Orquestra Municipal de Violas, Concerto na Igrejinha, Noite Cultural/Feira Noturna, Aulas de Acordeom, Berrante, Piano e Bandinha Rítmica em Música; Sarau Cultural, Contação de Histórias, MS em Cena e Oficinais Teatrais em Teatro; Exposição de Orquídeas e Artesanatos em Casa do Artesão e na categoria Eventos Festa do Folclore, Desfile Cívico e Dia das Crianças são alguns dos projetos desenvolvidos ao longo do ano.

A diretoria atingiu, de janeiro a dezembro deste ano, aproximadamente 305 mil pessoas com as atividades desenvolvidas na cidade já contabilizando o Natal, sendo agosto - que foi realizada a tradicional Festa do Folclore - o mês de maior alcance de público, cerca de 70 mil. A expectativa agora é com relação ao Revéillon que promete ser mais um evento de sucesso.

Já com projetos para 2018, em janeiro uma equipe embarcará para Argentina para fechar um tratado de irmandade com a cidade de Puerto Tirol para fomentar a cultura e trazer um festival para Três Lagoas.

Para Rodrigo, a nova trajetória da Diretoria de Cultura nesta nova gestão pode ser o segredo de uma pasta que desenvolveu inúmeras atividades culturais com recursos próprios para o município.

"Esse é o resultado de uma Diretoria de Cultura eficaz, humana e que desenvolve seus trabalhos. Não apenas trabalhos eventuais, mas trabalhos que impactam positivamente a cidade de Três Lagoas", conclui o diretor.

(*) Assessoria de Comunicação

Envie seu Comentário