11/07/2018 14h35

Novo Delegado da Polícia Federal toma posse em Três Lagoas

Nivaldo Lopes veio da delegacia de Dourados, onde intensificou o combate ao crime organizado e ao tráfico de armas e drogas

 
Gisele Berto
Delegado Nivaldo Lopes (1º à esquerda) é o novo Chefe da Delegacia da Polícia Federal de Três Lagoas. Foto: Ricardo Ojeda. Delegado Nivaldo Lopes (1º à esquerda) é o novo Chefe da Delegacia da Polícia Federal de Três Lagoas. Foto: Ricardo Ojeda.

A Polícia Federal de Três Lagoas tem um novo chefe: em evento realizado hoje, o delegado Nivaldo Lopes da Silva tomou posse no cargo de Chefe da Delegacia da Polícia Federal da cidade. Nivaldo assume em substituição ao Delegado Alan Givigi, transferido para Campo Grande.

Natural de Araçatuba (SP), Nivaldo iniciou carreira como delegado na Polícia Federal em 2009. Em Dourados, foi o homem-forte por trás do combate ao narcotráfico e ao crime organizado, além de intensificar a batalha contra o tráfico de armas e drogas pela fronteira.

O novo delegado recebeu as boas-vindas e os votos de sucesso do superintendente da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul, Luciano Flores. Figura importante na Operação Lava-Jato, Flores foi o responsável pela condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Agradecemos ao Nivaldo por aceitar a missão nessa cidade tão estratégica que é Três Lagoas. Sabemos que o nosso efetivo está em boas mãos", afirmou o superintendente da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul, Luciano Flores. "Sabemos da sua determinação e competência para enfrentar os desafios do cargo e que ele terá aqui o mesmo sucesso que teve em Dourados", completou Flores.

“Agradecemos ao Nivaldo por aceitar a missão nessa cidade tão estratégica que é Três Lagoas. Sabemos que o nosso efetivo está em boas mãos”

— Luciano Flores, Superintendente da Polícia Federal do MS

O Superintendente da PF salientou que o combate ao tráfico de armas e drogas e do crime organizado não deve ser atuante apenas nas regiões de fronteira, e citou Três Lagoas como rota do crime, reafirmando o tamanho da responsabilidade da Polícia Federal na cidade. "Se alguma coisa escapa ao controle de fronteira é pego aqui. E vemos o resultado desse trabalho, com as grandes apreensões de drogas feitas na cidade. Isso é o resultado do trabalho da Polícia Federal na cidade".

Nivaldo Lopes entende o tamanho do trabalho que tem pela frente, e diz que pretende atuar em conjunto com todas as forças policiais e de ordem na cidade. Segundo o delegado, serão feitas reuniões periódicas com os representantes das forças e o trabalho será conjunto.

As diretrizes serão o combate ao tráfico de armas e drogas, ao crime organizado e facções criminosas e desvio de verbas públicas.

Um dos grandes desafios do novo delegado será lidar com um efetivo policial limitado. "A realidade é que com os níveis de criminalidade do MS caberia um aumento de efetivo em todo o estado. Mas vamos trabalhar com a nossa realidade".

Envie seu Comentário