21/08/2012 19h25 - Atualizado em 21/08/2012 19h25

Uma Bizz com duas passageiras invadiu o sinal vermelho provocando o acidente

No decorrer na semana a Polícia Militar já registrou várias ocorrências envolvendo motos e carros, mas este pode ter sido o mais grave de todos

 

Ricardo Ojeda

 
A passageira da moto teve fratura exposta na perna e corte na testa, tendo que ser sedada no local (Fotos: Ricardo Ojeda) A passageira da moto teve fratura exposta na perna e corte na testa, tendo que ser sedada no local (Fotos: Ricardo Ojeda)

A Polícia Militar de Três Lagoas registrou mais um acidente envolvendo uma moto Bizz e um Van Sprinter. A ocorrência aconteceu por volta das 18 horas nos cruzamentos das avenidas Eloy Chaves com a Capitão Olinto Mancine.

 
A Bizz ficou presa no pára-choque da Sprinter A Bizz ficou presa no pára-choque da Sprinter

ABALADO

Segundo testemunhas uma Sprinter, placa JMA-3854 de Porto Seguro (BA) de propriedade da locadora Ideal, seguia pela Olinto Mancine sentido centro/bairro, quando ao chegar no cruzamento da Eloy Chaves, atropelou a Bizz, placa, HSL-0143, de Três Lagoas, conduzida por Maria Aparecida Soares Bispo, 49, que teria invadido sinal vermelho que provocou o acidente. Junto com Aparecida, seguia de carona na moto outra mulher, que sofreu fraturas na perna direita e um corte na testa. A mulher ainda não foi identificada.

O condutor da Van foi identificado por Jackson Antonio Medina Leirias do Prado, 31, e estava bastante abalado, sentido dores nas mãos. Ele trabalha na locadora Ideal no transporte trabalhadores da empresa Eldorado Brasil e estava levando a última passageira.

 
A condutora da Bizz foi socorrida por populares até a chegada do SAMU A condutora da Bizz foi socorrida por populares até a chegada do SAMU

VIOLÊNCIA

Com a violência do impacto, a frente da van ficou danificada, inclusive quebrando os pára brisas, enquanto a motocicleta ficou presa na parte dianteira da sprinter.

Ao todo quatro viaturas deslocaram o local para atender a ocorrência, sendo duas do SAMU, uma do Corpo de Bombeiros e uma da Rotai. O trânsito ficou congestionado, obrigando a Polícia Militar interditar uma das vias para os socorristas pudessem atender as vítimas. Dezenas de curiosos aglomeraram no local para acompanhar o atendimento às vítimas, o que obrigou a PM intervir para dar espaço ao atendimento. Uma das vitimas teve que ser medicada no local, tomando injeção contra dores e soro.

As duas mulheres e o motorista foram levados ao pronto socorro do hospital Nossa Senhora Auxiliadora.

 
O sapato de umas das vítimas ficou preso no raios da moto O sapato de umas das vítimas ficou preso no raios da moto
 
A condutora da Bizz aparentemente não teve ferimentos com gravidade A condutora da Bizz aparentemente não teve ferimentos com gravidade