18/04/2012 09h06 - Atualizado em 18/04/2012 09h06

‘Greice Kelly’ levou seis punhaladas e teve pertences e dinheiro roubados

Assassinato de travesti mobilizou viaturas da Rádio Patrulha e Rotai. Com o autor do crime, foram encontrados a carteira, dinheiro, gargantilha, pulseira, anel e celulares da vítima

 

 
Corpo de Greice Kelly é removido ao IMOL. (Fotos: Benê Soares/Perfil News) Corpo de Greice Kelly é removido ao IMOL. (Fotos: Benê Soares/Perfil News)
Benê Soares

ASSISTA AO VÍDEO

(Clique no link abaixo e veja reportagem completa sobre o crime)

http://www.tvperfil.com.br/?id=1130

O assassinato do travesti Wanderson de Jesus Pereira, 26, com seis punhaladas, ocorreu nesta terça-feira às 19h55, segundo Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar às 22h13 de ontem e concluído no início da madrugada desta quarta-feira. “Greice Kelly”, como era conhecido, morava na rua Jacy Paraná, Jardim Paranapungá, em Três Lagoas.

O assassinato foi praticado por Raphael Sampaio Nunes Claudino, 20 anos, assistente de serviços gerais, morador na rua Coronel Dantas Filgueiras, Jardim Novo Ipanema, no bairro Santa Rita. Segundo a Polícia apurou, a morte foi encomendada pelo colega de profissão e rival da vítima, Marco Aurélio Rodrigues Barbosa, 18 anos, conhecido como “Walesca”, que confessou estar sendo ameaçado pela ‘amiga’.

Raphael matou Wanderson com seis golpes de punhal. O crime aconteceu em um terreno baldio nos fundos de uma casa situada na rua Joaquim Murtinho, Jardim Angélica. A PM apreendeu a arma ainda em poder do autor do crime – uma faca artesanal tipo punhal, enferrujada, com 20 cm de lâmina.

A prisão dele ocorreu depois de diligência da Rádio Patrulha e cerco policial com apoio de outras viaturas da Rotai. Com o autor foram encontrados vários pertences da vítima, incluindo o documento de uma motocicleta que estava estacionada próximo ao local do assassinato. Para a polícia, houve um latrocínio – homicídio seguido de roubo.

O assassino levou da vítima um Iphone, R$ 90, dois celulares, pulseira de bijuteria, gargantilha e anel; carteira de bolsa e documento da moto. Ele tentou fugir em uma motocicleta vermelha CBX 200, Strada, placa HSB 1453, com documentos em nome de uma terceira pessoa. Outra moto, Twister Honda CBX, placa HSP 7041, cor vermelha CBX, Twister Honda, ano 2006, de Wanderson de Jesus Pereira, com dois capacetes, estava às margens da via.

A mesma testemunha que ouviu gritos e pensou que tratava-se de estupro, disse ter visto o assassino em fuga, informou que uma terceira pessoa com roupa feminina esteve no local. Com base nas informações, uma viatura da Rotai saiu em diligência e acabou prendendo o travesti Marco Aurélio Rodrigues, 18 (Walesca), no Jardim Novo Ipanema, na casa da mãe. Ao ser preso, ele confessou ter encomendado a morte de Greice por estar sendo ameaçado pelo colega de trabalho. Walesca teria relacionamento com Raphael. Os dois foram presos em flagrante e devem responder por homicídio triplamente qualificado seguido de morte.

 
Corpo é reconhecido por representante da associação dos travestis. Foto: Benê Soares/Perfil News Corpo é reconhecido por representante da associação dos travestis. Foto: Benê Soares/Perfil News

COMO FOI O CRIME

De acordo com o Boletim de Ocorrência, viatura da Rádio Patrulha foi acionada para atender denúncia de suposto estupro na rua Joaquim Murtinho, no Jardim Angélica. Uma testemunha indicou a direção para onde o suposto estuprador teria fugido. A RP avistou Raphael em uma moto e logo iniciou perseguição.

Entre os bairros Vila Alegre e Sete Sul, com apoio de outras viaturas RP e da Rotai, houve cerco policial e o acusado acabou caindo da moto ao tentar transpor um banco de areia e embrenhou-se numa mata, onde acabou sendo detido. Depois da detenção, pelo rádio, os policiais foram informados que tratava-se de um homicídio e não estupro, quando o autor do crime acabou confessando.

 
Greice Kelly, em foto tirada na delegacia em 2006, acusada de se envolver em furtos. (Foto: Divulgação-PM) Greice Kelly, em foto tirada na delegacia em 2006, acusada de se envolver em furtos. (Foto: Divulgação-PM)

A mesma testemunha que ouviu gritos e pensou que tratava-se de estupro, disse ter visto o assassino em fuga, informou que uma terceira pessoa com roupa feminina esteve no local. Com base nas informações, uma viatura da Rotai saiu em diligência e acabou prendendo o travesti Marco Aurélio Rodrigues, 18 (Walesca), no Jardim Novo Ipanema, na casa da mãe. Ao ser preso, ele confessou ter encomendado a morte de Greice por estar sendo ameaçado pelo colega de trabalho. Walesca teria relacionamento com Raphael. Os dois foram presos em flagrante e devem responder por homicídio triplamente qualificado seguido de morte.

 
Corpo de travesti é periciado no local do crime. Corpo de travesti é periciado no local do crime.
 
Policiais e peritos observam corpo de travisti logo após assassinato. (Foto:Benê Soares/Perfil News) Policiais e peritos observam corpo de travisti logo após assassinato. (Foto:Benê Soares/Perfil News)


(4) Comentários

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Esperamos que a justiça façam alguma coisas que esses vagabundos apodessam na cadeia ou que pelos menos os pressos os matem antes de sairem
saudades de vc greicy
era uma moça tranquila que gostava de ir nos bailes no comercial esporte clube quanto tocava nilsinho


justiça justiça justiça e nada mais apenas justiça

 
Fernanda alves pereira em 26 de abril de 2012 às 22:03

nossa! meus pesames para a familia da gleyce. mesmo sem ter muita intimidade e nem a conhece-la tao bem. sentirei saudades de quando vc me chamava de lindinho....bjs

 
david jonatan em 26 de abril de 2012 às 08:39

Meus sentimentos a familia que sofre essa dor tão triste e brutal neste momento. Deus abençoe a familia. Essa tal de Valesca só pode ter é muita inveja da Greici, pois afinal ela parecia bonita, pelo menos nas fotos pois nao a conhecia pessoalmente, e essa Valesca é feia que chega doi só de ver, agora então com esse crime piora a situação da bruaca. Fria e sem coração

 
M F em 19 de abril de 2012 às 15:45

parabens para nossa policia seja ela civil ou militar por trabalharem incansavelmente...só que esse governador naum ta vendo isso com essa mixaria de aumento q ele quer dar para nossos policiais...e esse tal de eduardo rocha heim deus me livre dele da do lado do governador...um tremendo puxa saco....

 
orlando pereira em 18 de abril de 2012 às 15:04