11/09/2017 10h43

Os ataques de 11 de Setembro marcaram o início de uma constante apreensão em relação ao terrorismo.

Ygor Andrade

Há 16 anos o mundo parava em frente as TVs para testemunhar um dos ataques terroristas mais marcantes da história contemporânea. O 11 de setembro, ficou na memória de todo o planeta depois que membros da Al Qaeda sequestraram quatro aviões e os derrubaram; dois atingiram o Word Trade Center (WTC), um atingiu o Pentágono e o quarto caiu em um campo aberto na Pensilvânia.

Naquele dia, 2.823 pessoas morrem. Mais de seis mil ficaram feridas e 16 anos depois, o estresse pós-traumático ainda é um dos problemas mais comuns entre os americanos que presenciaram os ataques, principalmente os que moram na Ilha de Manhattan, em Nova Iorque.

HOMENAGENS

Para marcar a data, 600 milhões de dólares (para fazer a limpeza) e seis meses depois o lugar era iluminado pelas luzes do Tribute in Light, que eram ligadas todas as noites no aniversário dos atentados. Eram 88 lâmpadas gigantes, que emitiam raios de luz direcionadas ao céu, e que podiam ser vistas a 90km de distância.

Depois, no lugar, foi construído um monumento em homenagem às vítimas e aos familiares do atentado. O One World Trade Center, tem 1.776 pés de altura (ano da proclamação da independência americana) – ou 542 metros de altura – e foi inaugurado em 2013 depois de passar por várias reformulações no projeto original.

CONSEQUÊNCIAS

O WTC não foi escolhido por acaso, pelos terroristas da Al Qaeda. A região, onde ficavam as Torres Gêmeas, como eram mais conhecidas, movimentavam praticamente todo o dinheiro de Nova Iorque, fazendo com que a cidade tivesse uma perda aproximada de 105 bilhões de dólares nos primeiros meses pós-atentados. Além desse valor não arrecadado, outros bilhões foram investidos na recuperação, pagamento de indenizações, doações à caridade e concessões familiares.

SOLINIDADE

Todos os anos, os parentes dos quase três mil mortos se reúnem para prestar homenagens aos mortos no ataque terrorista. Um minuto de silêncio, seguido da leitura dos nomes de cada uma dessas pessoas acontece às 8h45, horário em que o primeiro avião atingiu a Torre Norte. 16 minutos depois, a Torre Sul era atingida, comprovando que o que estava acontecendo era mesmo um ataque terrorista.

RESPONSÁVEIS

O terrorista Osama Bin Laden, assumiu a autoria dos atentados e passou a ser o inimigo número da América, que culminou em uma incessante missão de busca, autorizada pelo ex-presidente George W. Bush.

Bin Laden conseguiu fugir das investidas americanas até o dia 2 de maio de 2011, quando morto por uma unidade de elite, em seu esconderijo em Abbottabad, nordeste do Paquistão.

Veja algumas imagens dos Atentados de 11 de Setembro

Momento exato em que as Torres Gêmeas foram atacadas em Nova Iorque. (Foto: Internet)

Tribute in Light foi feito para marcar local dos atentados. (Foto: internet)

Osama Bin Laden, ex-líder da Al Qaeda assumiu o atentado de 11 de setembro, e foi morto dez anos depois no Paquistão.

Comentários