03/10/2017 09h51

Os trabalhos serão desenvolvidos a partir da temática nacional “A Função Social da Cidade e da Propriedade” com o lema “Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas”

Redação

Acontece nesta terça e quarta-feira (3 e 4), a partir das 9h, a 6ª Conferência Estadual das Cidades de Mato Grosso do Sul. Os trabalhos serão desenvolvidos a partir da temática nacional “A Função Social da Cidade e da Propriedade” com o lema “Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas”.

Já a abordagem estadual terá como tema “Regularização Fundiária e Edilícia” e como lema “Política de Arrecadação para os Fundos de Habitação, Saneamento, Mobilidade e Acessibilidade, Garantindo a Sustentabilidade”.

Na abertura estarão presentes o governador, Reinaldo Azambuja; secretário de Estado de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli; e a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez.

O primeiro dia contará com duas palestras, além de debates, painéis temáticos e apresentação cultura. A primeira apresentação será feita pelo diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal, Gilson Paranhos. Também haverá a palestra do diretor de Desenvolvimento Institucional da Agehab de Goiás, Murilo Barra.

No último dia o projeto Florestinha apresentará um vídeo motivacional, em seguida os grupos temáticos se apresentam, acontecerão as reuniões de segmentos para definir entidades que irão compor o Conselho Estadual das Cidades e, por fim, a apresentação das entidades e órgãos eleitos para compor o Conselho de Mato Grosso do Sul de 2018 a 2021.

A Conferência será presidida pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e realizada com recursos próprios do Governo do Estado, por meio do Fundo Estadual de Habitação e Interesse Social. O evento acontece no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo.

*Agência Brasil

(Divulgação/Assessoria)

Comentários