06/04/2015 15h09 – Atualizado em 06/04/2015 15h09

A expectativa é a presença de diversos profissionais da saúde da especialidade das regiões de MS e SP

Assessoria

O Município de Três Lagoas receberá nesta sexta e sábado (10 e 11), a 7ª Jornada de Ginecologia e Obstetrícia, na qual é promovida pela Associação de Ginecologia e Obstetrícia de Mato Grosso do Sul (SOGOMAT – SUL), com o apoio da Prefeitura de Três Lagoas e Câmara de Vereadores. Os temas tratados neste ano serão obstetrícia, sangramento, ginecologia, endometriose entre outros.

A 7ª Jornada de Ginecologia e Obstetrícia será no plenário da Câmara de Vereadores, com a abertura oficial às 7h30. Na sequência haverá mesa redonda com os profissionais da especialidade.

O evento, que é para Três Lagoas e Região, tem como objetivo atualizar e qualificar os profissionais na área de ginecologia, obstetrícia, em especial, aos médicos especialistas, enfermeiros e fisioterapeutas que envolvem a saúde da mulher.

Segundo o delegado regional e um dos organizadores do encontro, o ginecologista e obstetra Dr. Edmar José Cassemiro, a expectativa é que aproximadamente 70 profissionais da saúde da especialidade dos Municípios de Andradina (SP), Ilha Solteira (SP), Araçatuba (SP), Birigui (SP), Campo Grande (MS) entre outros, participem. “Médicos de diversas localidades dos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo devem participar da jornada”, ressaltou.

O delegado regional da associação informou que a comissão organizadora está acertando os últimos detalhes para realização do evento. “Esta última semana está bem movimentado, mas acreditamos que tudo dará certo no final”, disse.

Os profissionais da saúde que fazem parte da Prefeitura de Três Lagoas serão isentos da inscrição, já o valor da inscrição dos médicos que fazem parte da associação será de R$ 50 antecipado e R$ 60 no dia do evento. Para médicos não associados será de R$ 100 antecipado e R$ 110 na hora.

*Assessoria de Comunicação – Assecom – Prefeitura de Três Lagoas

Cartaz de veiculação do evento. (Foto: Divulgação/Assecom)

Comentários