Apenas em 2020, ano de pandemia quando boa parte das reuniões presenciais foi cancelada, o gasto foi de mais de R$ 366 mil

O ano está acabando e, com ele, o mandato de muitos vereadores em todo o país. Faltando pouco mais de 20 dias para o final do ano, o montante acumulado de gastos com diárias e passagens acumulados pelos vereadores em Bataguassu tem sido motivo de revolta nas redes sociais da cidade.

Em quatro anos os 11 vereadores locais gastaram R$ 1.412.104 – uma média de mais de R$ 350 mil por ano de mandato – mais de R$ 32 mil por vereador, por ano, só com passagens e diárias.

Em 2020, ano marcado pela pandemia e quando poucos eventos presenciais não foram cancelados, a festa das diárias só não foi maior do que em 2019: o que não foi gasto nos meses de maio, junho e julho, ápice das restrições em razão da Covid, foi “compensado” nos meses seguintes, com R$ 32 mil em agosto, R$ 66 em setembro e R$ 63 em outubro.

O mês de dezembro, que mal saiu da primeira semana, já acumula gastos altos: mais de R$ 70 mil apenas nos primeiros sete dias do mês.

Os gastos de dezembro são referentes à participação dos vereadores no 13º Congresso Brasileiro de Câmaras Municipais em Brasília, evento presencial que reuniu vereadores de todo o país e que acabou funcionando como uma espécie de despedida para grande parte dos vereadores que não conseguiram se reeleger – o que foi o caso da maioria dos parlamentares de Bataguassu.

Gastos com diárias em dezembro de 2020

Doze servidores foram a Brasília para o evento, com gastos individuais de R$ 5.854,80 cada um, que é correspondente a quatro diárias.

Gastos ano a ano com diárias e passagens
Câmara de Bataguassu
2017301.522,20
2018319.818,45
2019428.498,13
2020*362.265,75
* até dia 7 de dezembro
Fonte: Portal da Transparência de Bataguassu

Comentários