20/05/2019 09h03

Denilson Florêncio chegou uma hora atrasado ao cartório. História viralizou nas redes sociais quando a cabeleireira disse que mudaria de ‘mala e a cuia’ para se mudar para a casa do ex-marido se ele não aparecesse para assinar o divórcio

Informações do jornal O Dia

Com uma hora de atraso, Denilson Florência, ex-marido de Cleusa ‘de mala e cuia’, Cruz, de 51 anos, chegou e assinou o divórcio na manhã desta segunda-feira, em um cartório da Taquara, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. A cabeleireira esperava por isso há 25 anos.

A história de Cleusa está sendo acompanhada pelo Brasil desde que ela postou seu drama nas redes sociais prometendo se mudar para a casa do ex-marido, já que ele não dava o divórcio a ela e vive há 25 anos com outra mulher há anos.

Toda de preto, a mulher conta que quer enterrar o casamento com Denilson. Ela foi de mala e cuia para o cartório caso o ex-marido não aparecesse. “Esse é o casamento que eu quero sepultar. Estou de preto, pois hoje é um dia fúnebre. Vinte cinco anos em dez minutos resolve. Não fui porque ele prometeu vir assinar. Se ele não tivesse vindo, sairia daqui direito para casa dele”, avisou Cleusa.

Cleusa ganhou o país quando postou sua história nas redes sociais. Desde então, o Brasil acompanha sua saga e torce pela cabeleireira. “Essa é uma expectativa muito grande que mexeu com o Brasil e o mundo. Já estive aqui três vezes para assinar. Da outra vez saí daqui chorando. Espero que o Denilson venha e resolva isso, que será bom para mim e ele”, disse ela.

Cleusa na porta do cartório antes de assinar o divórcio - Reprodução de vídeo / O Dia

Comentários