04/10/2019 14h24

Prazo termina na próxima terça e, segundo o TRE, não haverá prorrogação; quem não fizer o recadastramento pode ter o título cancelado. Cartório abrirá amanhã das 8h às 14h

Gisele Berto

Desde junho o Tribunal Regional Eleitoral está com processo de recadastramento biométrico aberto para as próximas eleições em Três Lagoas. Quatro meses depois, dos 48.730 eleitores esperados, 29.732 cumpriram o compromisso e 18.998 ainda faltam comparecer.

O problema é que o prazo para recadastrar a biometria termina na próxima terça, 8. Isso significa que nos próximos três dias em que o cartório abrirá teria de atender mais de 6 mil eleitores por dia.

Só que a conta não bate, já que a média de atendimentos diários tem sido de mil. O Perfil News entrou em contato com a assessoria de imprensa do TRE questionando sobre a possibilidade de prorrogação.

E a notícia não é boa para quem ainda está pendente com a Justiça Eleitoral: de acordo com com o TRE. “considerando que, em Três Lagoas, o procedimento está disponível desde o dia 3 de junho, não haverá prorrogação do prazo”.

Com isso, os eleitores que não puderam comparecer ao Cartório Eleitoral têm mais três chances: amanhã, sábado, o Cartório abrirá das 8h às 14h. Na segunda e terça-feiras, o horário é das 8h às 18h.

E O QUE ACONTECE COM QUEM NÃO FIZER?

Quem não fizer o recadastramento biométrico corre o risco de ter o título de eleitor cancelado. Sem o título a pessoa não consegue emitir passaporte nem carteira de identidade. Se tiver função ou emprego público, fica sem receber o salário. Empréstimos em bancos públicos também não serão possíveis.

Se o título for cancelado o eleitor precisa comparecer a um cartório eleitoral, apresentar um documento de identificação, um comprovante de residência e preencher a formalização do Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE).

Além disso, terá de pagar multa no valor de R$ 3,51 por turno faltante. Cada turno é considerado uma eleição.

Depois precisa aguardar até o reinício das atualizações de cadastro do banco de dados da Justiça Eleitoral. Só a partir desta data é que a situação estará regularizada.

Ontem, a fila em frente ao Cartório já era grande antes da abertura. Foto: Thais Dias

Comentários