Em vídeo postado nas redes sociais, ele disse que recebeu convite para ser diretor de um banco e começará a transição do cargo; sucessor não foi anunciado

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou hoje, 18, que deixará o cargo. A confirmação foi dada em um vídeo publicado por Weintraub, em que o ministro aparece ao lado do presidente Jair Bolsonaro. O nome do substituto não foi informado.

Weintraub anunciou que recebeu um convite para dirigir o Banco Mundial, em Washington.

“É um momento difícil, todos os meus compromissos de campanha continuam de pé. Busco implementá-lo da melhor forma possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade, sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser”, afirma Bolsonaro no vídeo.

Comentários