23/06/2015 14h58 – Atualizado em 23/06/2015 14h58

Abre nesta quarta-feira o prazo de entrega de documentação dos pré-selecionados para 2ª etapa do sorteio do Residencial “Orestinho”

O Departamento Municipal de Habitação atenderá cem pessoas por dia por meio de senhas

Assessoria

Após a realização da segunda etapa do sorteio de pré-seleção para o Residencial “Orestinho”, realizada na última quinta-feira (19), a Prefeitura de Três Lagoas, por meio do Departamento Municipal de Habitação orienta os contemplado sobre a entrega de documentação que começa nesta quarta-feira (24) e encerra no dia 17 de julho.

Os que estão na fila de espera deverão seguir a ordem de sorteio. É importante lembrar que o sorteio foi uma pré-seleção, em que os candidatos podem ser aprovados ou não pela Caixa Econômica Federal, por essa razão, há a lista de espera.

ANÁLISE

Agora, o Departamento de Habitação Popular passa a convocar os primeiros classificados para a apresentação e verificação da documentação para o envio a Caixa Econômica Federal.

“Os candidatos não precisam se desesperar, pois distribuiremos cem senhas por dia, ou seja, atenderemos cem pessoas por dia. Com isso, não é necessário dormir em frente ao departamento, pois se a pessoa tem uma senha, ela será atendida”, explicou a diretora do Departamento Municipal de Habitação, Sônia Regina Nunes Martins Gois.

ENTREGA DE DOCUMENTAÇÃO

Os 562 candidatos sorteados também devem ficar atentos aos prazos para entrega de documentação, sendo que o prazo estipulado pelo Regulamento do Sorteio para Pré-Seleção referente ao “Programa Minha Casa, Minha Vida”, é entre os dias 24 de junho (quarta-feira) até 17 de julho de 2015.

Veja abaixo os documentos necessários para análise da Caixa Econômica Federal:

Comprovante de estado civil (Certidão de casamento; Certidão de nascimento, e/ou Divórcio com averbação e/ou Certidão de óbito).

RG (Registro Geral).
CFP (Cadastro de Pessoa Física).
Comprovante de renda.
NIS (Número de Identificação Social).
Titulo de Eleitor.
As cópias dos documentos devem ser apresentadas juntamente com os originais.

SORTEIO

O último sorteio realizado representou a terceira fase do processo, sendo que a primeira é a inscrição no Departamento Municipal de Habitação e a segunda fase foi realizada pela Caixa Econômica Federal, a instituição financeira analisou os cadastros e validou 1.097, os quais concorrem aos 432 apartamentos. Os nomes sorteados serão novamente analisados, validados ou indeferidos pela Caixa Econômica Federal, cabendo a Prefeitura somente a coleta de dados e distribuição final dos apartamentos.

Nesta etapa de pré-seleção também ocorreu o sorteio de 30% de reserva, ou seja, mais 130 candidatos que entraram na fila de espera. A Caixa Econômica Federal poderá desclassificar os nomes sorteados, de acordo com os critérios estabelecidos pela instituição e pelo Programa “Minha Casa Minha Vida”.

CRITÉRIO DE HIERARQUIZAÇÃO

A pré-seleção, segundo consta no regulamento, é feito respeitando a Portaria 595/2013, sendo que o município estabelece os critérios adicionais que serão observados juntamente com os critérios habitacionais para a seleção dos beneficiários:

Atendimentos por programas sociais;
Famílias com dependentes menores de idade;
Famílias de que façam parte pessoas com deficiência;
Oriundas de encaminhamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Ministério Público, mediante análise do setor social do Departamento de Habitação Popular;
Famílias que moram em situação precária, imóveis inadequados.

ÍNDICES PARA SELEÇÃO

Famílias com três ou mais critérios e/ou dois a nove dependentes tem direito a 60% do total de unidades habitacionais para este seguimento. Já famílias com um dependente ficam com 15% do total.

No mesmo critério, famílias constituídas por membros com idade entre 18 e 59 anos, sem dependentes menores, ficam com 5% e os outros 20% são devidos igualmente (10% para cada seguimento) para famílias de que falam parte pessoas com deficiência e com mais de 60 anos de idade.

MAIS CASAS

Três Lagoas está entre as cidades do Mato Grosso do Sul que possui o maior número de casas pelo Programa do Governo Federal “Minha Casa Minha Vida” e, segundo a prefeita de Três Lagoas Marcia Moura (PMDB), o objetivo é atrair empresas e construtoras para o município para estabelecer parcerias e aumentar as possibilidades de construir mais casas populares.

“Estamos empenhados em suprir a demanda do Munícipio por casas populares, entendemos a importância da casa própria, da moradia com dignidade e da qualidade de vida. E nosso objetivo é que a entrega dessas casas seja realizada o mais rápido possível”, finalizou.

A pré-seleção, segundo consta no regulamento, é feito respeitando a Portaria 595/2013. (Foto: Assessoria)

Comentários