22/02/2018 15h32

O Vale Renda é gerenciado pela Sedhast e desenvolve também parcerias com outros órgãos governamentais

Redação

Neste sábado (24), a partir das 8h, cerca de oito mil beneficiários do Programa Vale Renda terão a oportunidade de participar da primeira ação socioeducativa do ano com o oferecimento de serviços gratuitos, lazer, apresentações culturais e ainda oportunizando a comercialização de produtos artesanais, produzidos pelas próprias famílias beneficiárias. O evento acontece no Parque de Exposições Laucídio Coelho, na Capital.

As regiões do Anhanduizinho, Bandeira e Lagoa comportam o público alvo da ação, que tem ainda o objetivo de fortalecer os vínculos familiares e propiciar maior acesso às informações e políticas públicas de direitos sociais. O Vale Renda atende as famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica com aporte financeiro, no valor de R$ 170,00 e ainda promove reuniões socioeducativas mensais de acompanhamento dos beneficiários.

Vera Lúcia Alves, 49 anos, mãe de quatro filhos, casada, que recebe o Vale Renda, participou na EE Lino Villacha, no Nova Lima, em Campo Grande, de uma das ações já realizadas vendendo seus produtos de crochê. Na oportunidade, a empreendedora disse que recebeu mais encomendas de seus produtos e que a meta seria aumentar ainda mais o negócio.

Para a titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre, atitudes como a de Vera Lúcia mostram que o Vale Renda está no caminho certo. “Apoiamos as pessoas em situação de vulnerabilidade, mas queremos ainda que elas possam empreender e se desenvolver cada vez mais, permitindo assim uma melhor qualidade de vida tanto para o beneficiário quanto aos seus familiares”, diz.

O Vale Renda é gerenciado pela Sedhast e desenvolve também parcerias com outros órgãos governamentais como, por exemplo, a Fundação de Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab-MS) e o Programa Rede Solidária, onde beneficiários podem participar de cursos de capacitação como panificação, corte e costura, e eletricista, possibilitando uma ascensão profissional.

*Notícias MS

Comentários