16/04/2014 09h14 – Atualizado em 16/04/2014 09h14

Acusado de roubar uma joalheria localizada no Centro de Nova Andradina, no último dia 15 de março, Edimar Rodrigues de Almeida, 23 anos, foi preso na tarde de segunda-feira (14), por investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município

Da Redação

Acusado de roubar uma joalheria localizada no Centro de Nova Andradina, no último dia 15 de março, Edimar Rodrigues de Almeida, 23 anos, foi preso na tarde de segunda-feira (14), por investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais), da 1ª Delegacia de Polícia Civil do município.

Os policiais chegaram até o acusado, após constatar a participação no crime de Camilo Rodrigues Nascimento, 26 anos, que teria dado apoio logístico para Edimar e mais um comparsa, ainda não identificado pela polícia. Camilo foi preso no início do mês, em uma conveniência no bairro Argemiro Ortega, naquele município.

Imagens gravadas pelo circuito de câmeras de um posto de combustíveis, localizado próximo a joalheria ajudaram na identificação dos acusados. Outras câmeras também filmaram a ação e as imagens mostram claramente a participação de Edimar.

DROGAS

O delegado responsável pelo caso, Dr. Luiz Quirino Gago, representou pela prisão preventiva do acusado, que foi deferida pelo Poder Judiciário local. Edimar foi preso em casa, na rua Ineri Perigo, em Nova Andradina, onde os policiais realizaram buscas e encontraram e apreenderam um tablete de maconha e pequena quantidade de cocaína.

Aos policiais o acusado confessou ter participado do roubo e disse que vendeu as joias a um caminhoneiro, desconhecido, pelo valor de R$ 4 mil e ainda, que desfez da arma utilizada no crime, no mesmo dia.

Edimar foi preso pelo roubo e autuado em flagrante por tráfico de drogas, sendo em seguida encaminhado ao sistema penitenciário. O SIG realiza diligências para identificar e prender o terceiro envolvido no roubo.

(*)Com informação de Policia Civil

Comentários