17/10/2013 10h16 – Atualizado em 17/10/2013 10h16

Marcello Nunes Moreno, 33 anos, morreu no final da tarde de ontem (16), no Jardim Los Angeles, em Campo Grande (MS) após entrar em confronto e efetuar dois disparos contra policiais civis da DERF

Da Redação

Marcello Nunes Moreno, 33 anos, morreu no final da tarde de ontem (16), no Jardim Los Angeles, em Campo Grande (MS) após entrar em confronto e efetuar dois disparos contra policiais civis da DERF (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Os investigadores da DERF realizavam diligências com o objetivo de apurar roubos e furtos ocorridos na Capital, quando avistaram o acusado que estava evadido de um presídio local e deram ordem de parada que não foi obedecida. De imediato, Marcello, que estava em companhia de outro indivíduo, efetuou dois disparos contra os policiais que revidaram.

O suspeito e seu comparsa entraram em um Gol, cor vermelha e fugiram, sendo feito o acompanhamento tático pelos policiais da DERF. O carro em que estava Marcello caiu em uma valeta de obras, e ele e o comparsa desceram e saíram correndo.

De acordo com testemunhas Marcello, que estava armado com um revólver calibre 38, entrou em uma casa e ameaçou de morte o proprietário do imóvel e tentou roubar uma moto, momento em que foi algemado e preso pelos policiais civis.

De acordo com Fabiano Nagata, delegado titular da DERF, Marcello apresentava um ferimento provocado por arma de fogo no antebraço esquerdo, provocado muito provavelmente no confronto com os policiais. Uma viatura do SAMU (Serviço Móvel de Urgência) foi acionada e Marcello chegou a ser atendido, porém não resistiu ao ferimento e morreu.

Nagata afirma que com o acusado foi apreendido um revólver calibre 38 com 5 munições, sendo 3 intactas e duas deflagradas. O comparsa de Marcello está foragido segundo o delegado. O acusado tem passagens por homicídio doloso, tráfico de drogas, furto e evação mediante ameaça de pessoa.

(*)Com informações de Policia Civil

Comentários