10/11/2003 15h34 – Atualizado em 10/11/2003 15h34

O acusado do homicídio, que ocorreu na manhã do dia 7,por volta das 10h30, na avenida Clodoaldo Garcia, ao lado da gráfica Rímoli se apresentou hoje ao 2° Distrito da Policia Civil. O pintor, Julio César Lima dos Santos, 22 anos de idade, se apresentou com a presença do advogado Mario Esqueda Júnior e munido com a arma do crime, por volta das 11 horas de hoje.

Julio se apresentou como autor do disparo que matou a vitima Itamar Alves Dias, 29 anos de idade, que também era pintor. Segundo ele, o mesmo se sentia ameaçado pela vitima devido à uma desavença que existia entre ambos, com possível envolvimento de dinheiro. Julio explicou à policia que, a vitima estaria lhe devendo dinheiro e que ele ao ir cobrar teria sido ameaçado.

Ele alegou efetuar o crime sozinho, e não em dois homens como afirmou alguns populares que estavam no local na hora do crime.

A policia ainda irá ouvir mais testemunhas, e estudar mais o caso para poder concluir o inquérito. Segundo o delegado Alberto César, “essa foi a versão dele da historia, agora nós temos que estudar mais o caso, ouvir mais pessoas, para depois fechar o inquérito”.

A pena de homicídio, em geral, é de 6 à 20 anos, “mas isso pode variar muito”, explica Alberto, “o fato dele ter se apresentado espontaneamente, pode até ser um atenuante para a redução da pena”

O fechamento do inquérito deverá sair dentro de um mês.

Comentários