10/11/2006 16h41 – Atualizado em 10/11/2006 16h41

Campo Grande News

O homem acusado de assassinar a mulher e os dois filhos de sua companheira com requintes de crueldade foi morto por volta das 15h em Chapadão do Sul. De acordo com o site Jovem Sul News, o funcionário público Elias dos Reis teria reagido à prisão, sendo atingido por um disparo de arma de fogo e vindo a falecer no local. Ele era procurado desde a manhã desta sexta-feira (10 de novembro), quando cometeu o triplo homicídio. O crime foi descoberto pelas autoridades na madrugada de hoje. Por volta das 4h30, vizinhos da vitima, Azaide Martins de Lima, ouviram o grito de uma das filhas da mulher (Regiane Padilha de Lima, de sete anos) e viram fumaça sair de um dos cômodos da residência da mulher – localizada na rua São Paulo. Quando o socorro chegou ao local, descobriu os corpos da mulher, da filha e de Edílson Padilha de Lima (dez anos) enrolados em cobertores sobre as camas de um quarto da casa. As vítimas foram degoladas antes de serem deixadas no local, e depois o autor do homicídio ateou fogo. Um dos vizinhos informou que Reis tinha esfaqueado a mulher e as crianças antes de atear fogo nos corpos. Outras pessoas chegaram a classificar o acusado como uma “pessoa querida” e incapaz de cometer tal crime. O acusado, que estava com uma faca, teria reagido ao receber voz de prisão, sendo baleado no peito e falecendo no matagal.

Comentários