14/11/2018 08h22

Organizado pela Escola Penitenciária (Espen), que emitirá o certificado de capacitação, o treinamento foi articulado por servidores da Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí (PSMN), com apoio da direção do presídio

Redação

O Estágio Técnico em Intervenção e Escolta Prisional de Alto Risco, realizado no município de Naviraí, na última semana, contou com a participação de agentes penitenciários de várias partes de Mato Grosso do Sul. O curso teve entre os instrutores o bicampeão mundial de Jiu-jítsu, Marco Antônio Dib, e Robson “Terror”, ambos especialistas na área.

Com carga horária de 24 horas, as aulas envolveram técnicas de condução de presos; manuseio de arma de fogo; regras de segurança, posição de retenção e deslocamento com arma longa; simulações de ataques e tentativas de resgates; utilização correta de escudos e demais equipamentos; retomada de ordem ponto a ponto; dentre outras programações.

Organizado pela Escola Penitenciária (Espen), que emitirá o certificado de capacitação, o treinamento foi articulado por servidores da Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí (PSMN), com apoio da direção do presídio.

Ao todo, 37 agentes penitenciários de Campo Grande, Cassilândia, Coxim, Ponta Porã, Rio Brilhante, Dourados, Nova Andradina e Paranaíba, além do município sede, participaram da capacitação. Dois agentes penitenciários federais também participaram.

A qualificação foi custeada pelos próprios alunos. A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e o Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap) deram apoio no deslocamento de agentes até o local.

(*) Portal do MS

Organizado pela Espen, o treinamento foi articulado por servidores da Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí.

Comentários