29/11/2018 06h46

O evento objetiva discutir métodos alternativos para o cumprimento de pena, focando atingir a real finalidade do sistema penal: a retribuição social, a punição e a ressocialização

Redação

O diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Aud de Oliveira Chaves, e o diretor da Unidade Mista de Monitoramento Virtual Estadual, Ricardo Teixeira, estão participando, em Brasília (DF), do Encontro Internacional sobre Alternativas Penais e Monitoração Eletrônica, promovido pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), em parceria com o Programa de Assistência Contra o Crime Transnacional Organizado – EL PAcCTO Europa e Latinoamérica.

O evento objetiva discutir métodos alternativos para o cumprimento de pena, focando atingir a real finalidade do sistema penal: a retribuição social, a punição e a ressocialização. O encontro reúne também várias autoridades, nacionais e internacionais, no assunto, para compartilharem suas experiências. “Estão sendo apresentados os avanços nessa área, o que existe de mais novo como alternativa ao encarceramento”, destaca o diretor-presidente da Agepen.

De acordo com o dirigente, a participação da Agepen no encontro é importante para “buscar possibilitar ao Mato Grosso do Sul o que há de mais recente na área, contribuindo com o sistema penitenciário de forma justa e eficaz para todos”.

A abertura dos trabalhos, na manhã desta nesta quarta-feira (29.11), contou com a participação do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann e do diretor-geral do Depen, Tácio Muzzi, entre outras autoridades nacionais e internacionais.

O encontro internacional prossegue até sexta-feira (30.11) e envolve, entre outros temas, medidas praticadas na Itália e o sistema de vigilância adotado em Portugal, apresentados, respectivamente, pelos representantes do EL PAcCTO Monica Cali e Carlos Jorge Baltazar Rosa da Silva.

(*) Portal do MS

Foto: Divulgação

Comentários