O Município está construindo a Central de Comercialização da Agricultura Familiar e começou a preparar a terraplanagem para construção da feira central coberta

O Prefeito Angelo Guerreiro e o Assessor Jurídico de Três Lagoas, Dr. Luiz Henrique Gusmão, participaram de Sessão realizada em Campo Grande na Advocacia Geral da União – AGU, junto com membros da Superintendência do Patrimônio da União – SPU, para definições sobre as áreas da antiga Noroeste do Brasil – NOB na região central de Três Lagoas. As áreas anteriormente pertencentes à União estão recebendo obras emblemáticas importantes para o desenvolvimento da Cidade.  O Município está construindo a Central de Comercialização da Agricultura Familiar e começou a preparar a terraplanagem para construção da feira central coberta.

Integraram a Sessão, os advogados da União, Aparecido dos Passos e Chris Giuliano Abe Asato, o Superintendente do Patrimônio da União, Luiz Ribeiro Rosa, e o Superintendente adjunto da SPU, Carlos Pussoli.

A Sessão serviu para analisar medidas, matrículas, perícias, georreferenciamento e relatórios sobre os terrenos.

Foram mais de duas horas de audiência, onde procuradores da União, integrantes da SPU e os gestores analisaram documentos sobre o imóvel cuja matrícula está em nome do Município de Três Lagoas e por isso não há impedimento legal para realização de obras no local.

Segundo o Prefeito Angelo Guerreiro, as obras de construção da feira central devem começar no início de 2020. “O processo de licitação da Feira está em andamento, já em fase final para definição da empresa ganhadora. Posteriormente será assinado contrato para assinatura de ordem de serviço. A Feira coberta vai oferecer conforto tanto para os feirantes quanto para os clientes, além de se tornar mais um atrativo para o dia a dia do cidadão e dos visitantes.  Em toda a cidade estamos realizando as obras solicitadas e almejadas pela população”, concluiu o Prefeito.

Comentários