06/04/2015 11h47 – Atualizado em 06/04/2015 11h47

A cena mais bonita da partida foi o choro do jovem Vitor, de 20 anos, ao concluir bela jogada de ataque e abrir a vitória botafoguense

Da redação

Em outra má atuação, São Paulo foi derrotado pelo Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, por 2 a 0, na tarde de domingo (06). O Tricolor da capital até teve chances, a melhor no pé de Centurión, que chutou em cima do goleiro Renan Rocha. Mas, em geral, apresentou um resumo da temporada: desorganização e desinteresse.

A cena mais bonita da partida foi o choro do jovem Vitor, de 20 anos, ao concluir bela jogada de ataque e abrir a vitória botafoguense em lance que teve início com desarme sobre Ganso, no meio-campo. O camisa 10 são-paulino ficou paradinho, vendo o contra-ataque de camarote. Minutos depois, acertou a trave em chute de fora da área. Também havia sido dele o belo passe para Centurión perder gol. Mais demonstrações do talento que não sustenta o futebol atual. O segundo gol do Botafogo foi feito por Gimenez, no estádio Santa Cruz.

A derrota não altera a situação do São Paulo em seu grupo. A liderança está garantida e o adversário das quartas de final definido: RB Brasil. Mas pode haver consequencias futuras. Com a pior campanha entre os líderes, a uma rodada do fim da primeira fase, o cruzamento aponta o Corinthians, melhor do campeonato, no caminho da semifinal, na arena do Timão.

Além disso, o regulamento prevê que o líder de menor pontuação entre os três da capital (São Paulo, Corinthians e Palmeiras) terá que jogar as quartas de final fora do município por questões de segurança. Segundo o vice-presidente de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, porém, a Federação Paulista de Futebol sinalizou que todos mandarão as partidas em seus estádios. O São Paulo tem 29 pontos, menos que os 30 do Palmeiras, 31 do Santos e 36 do Corinthians.

Já o Botafogo chegou aos 19 pontos e, com a derrota do Linense por 4 a 1 para o São Bernardo, garantiu sua vaga para enfrentar o Palmeiras nas quartas de final.

O resultado de ontem, colocou ainda mais pressão sobre Muricy Ramalho. O técnico pode deixar o clube nesta segunda-feira (06).

(*) Com globo Esporte

O jovem Vitor, ao concluir bela jogada de ataque, abriu a vitória botafoguense sobre o São Paulo (Foto: Reprodução/Globo Esporte)

Ganso tenta, mas o goleiro botafoguense defende e gol são-paulino não sai (Foto: Reprodução/Globo Esporte)

Gimenez fez o segundo gol do Botafogo, sacramentando a vitória sobre o São Paulo (Foto: Reprodução/Globo Esporte)

Comentários