A vacinação contra a Gripe Influenza (H1N1 e H3N2) começou em Três Lagoas nesta quarta-feira (25) com a disponibilização de cerca de 6 mil doses, dando prioridade para imunização de idosos acima de 60 anos de idade e profissionais da saúde.

No entanto, com a grande procura pela manhã, as vacinas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde ao Estado de Mato Grosso do Sul, que repassa para os municípios, acabaram e, agora, necessita de novo envio.

É o Ministério da Saúde quem determina a data de envio de novos lotes. Por isso o município não sabe dizer quando chegarão mais doses.

A população idosa prioritária, somada aos profissionais de saúde nessa campanha é de aproximadamente 13 mil pessoas.

A coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Humberta Azambuja, pede para que a população mantenha a calma e compreenda a situação. “Não vamos deixar de vacinar as pessoas que têm direito, apenas dependemos de que cheguem novos lotes ao Município e, quem tem que enviar esse material é o Ministério da Saúde”, alertou.

Além disso, a coordenadora ressalta que as vacinas foram entregues em quantidade reduzida por parte do Governo Federal e a rápida adesão dos grupos atendidos zerou o estoque nesse início de campanha.

“Assim que as novas remessas de vacinas chegarem, vamos comunicar a todos e os postos de vacinação serão reabertos para atender a população. Por isso, não precisa ter medo de ficar sem a vacina, apenas precisamos que tenham um pouco de paciência e aguardem a chegada de novos lotes”, explicou.

Comentários