A WorldSkills é uma competição internacional para analisar a qualidade da educação profissional oferecida em diferentes países do mundo. O torneio avalia os conhecimentos teóricos e práticos dos alunos, as habilidades intelectuais e as atitudes consideradas essenciais para o exercício profissional 

Os cinco estudantes do curso de técnico em química do Senai Três Lagoas, Giovanna Fernandes da Silva, Evelyn Cardoso Takahashi, Giovana Cristina da Silva, Tiago Sérgio Toledo Duarte e Thais Cristina Medeiros De Souza, foram os primeiros classificados no ranking do Sistema de Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica (Saep) e, com o excelente desempenho, eles deram um grande passo em direção a uma das vagas para representar o Brasil na WorldSkills Competition Shanghai 2021, na China.

Um desses cinco alunos irá passar por provas finais no complexo de treinamento do Departamento Nacional do Senai em Guará (DF) para representar o Brasil no torneio internacional realizado em anos ímpares e que é considerada a maior competição de educação profissional do mundo. De acordo com o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, a colocação dos estudantes de uma única unidade da instituição no Estado é reflexo da formação educacional que oferece em Três Lagoas.

“A costa leste do Estado de Mato Grosso do Sul é uma região onde está acontecendo o fomento em química, celulose, papel e biomassa e isso faz com que as pessoas busquem e possam estar se desenvolvendo. Há tecnologia de ponta nas grandes multinacionais ali instaladas e o Senai tem processos industriais que permeiam essas multinacionais como inovação e tecnologia. Esse cenário faz com que o Senai acompanhe o desenvolvimento de química na região. O Senai tem investido forte e começa agora colher os frutos”, pontuou Rodolpho Mangialardo.

“Os professores do Senai são muito bons e nos ofereceram um apoio fundamental, além de passarem o conhecimento de forma mais clara e objetiva possível. O método de ensino do Senai, com certeza, é o que mais contribuiu para que eu conseguisse me destacar na avaliação, aliando prática e teoria”

Thais Cristina Medeiros de Souza – ALUNA

Ele também ressalta o orgulho que o Senai tem do esforço e competência dos seus alunos. “É um extremo privilégio poder dizer que, dentre mais de 300 competidores, o Senai de Mato Grosso do Sul tem as cinco melhores posições no Saep. O Estado desponta, garantindo vaga tanto na seletiva nacional e quanto na internacional da WorldSkills, ou seja, estamos a um passo de colocar, pela primeira vez na história, um aluno do Senai de Mato Grosso Sul em uma competição internacional de conhecimento. Estamos muito felizes e isso é apenas uma etapa do que esperamos do Senai do Estado. Também temos boas expectativa em relação a celulose e papel para que sejamos os primeiros nacional e internacional”, reforçou.

BOM DESEMPENHO

A estudante Giovanna Fernandes da Silva afirma que o bom desempenho na avaliação do Saep ocorreu devido a estrutura educacional do Senai e do corpo docente. “As práticas em laboratório me deram uma base muito boa quando fiz as provas porque eu tinha um bom conhecimento para resolver, além disso o que contribuiu muito foi o corpo docente do Senai, são ótimos professores, que esclarecem nossas dúvidas e a didática muito boa”, detalhou.

A mesma opinião tem a aluna Thais Cristina Medeiros de Souza. “Os professores do Senai são muito bons e nos ofereceram um apoio fundamental, além de passarem o conhecimento de forma mais clara e objetiva possível. O método de ensino do Senai, com certeza, é o que mais contribuiu para que eu conseguisse me destacar na avaliação, aliando prática e teoria”, afirmou.

A WorldSkills é uma competição internacional para analisar a qualidade da educação profissional oferecida em diferentes países do mundo. O torneio avalia os conhecimentos teóricos e práticos dos alunos, as habilidades intelectuais e as atitudes consideradas essenciais para o exercício profissional competente, sendo que a avaliação é feita através de projetos-teste desenvolvidos em uma situação real de mercado nas diversas áreas tecnológicas.

No Brasil, além de incentivar a dedicação e a competitividade dos alunos, a possibilidade de participar da WorldSkills contribui com a atualização dos cursos oferecidos pelo Senai, uma vez que indica novas tendências tecnológicas e mudanças nos perfis profissionais. Dentro do território nacional, o Senai promove a Olimpíada do Conhecimento, que é a maior competição de educação profissional das Américas e é realizada a cada dois anos. Os estudantes aprovados na etapa estadual participam da etapa nacional da competição e os dois primeiros colocados dessa fase poderão representar o Brasil na WorldSkills.

Comentários