20/11/2006 15h38 – Atualizado em 20/11/2006 15h38

Agência Senado

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) disse nesta segunda-feira (20) que o falecido senador Ramez Tebet (PMDB-MS) foi uma referência de ética e de honradez na política e na vida pública. Lembrou a trajetória política de Tebet e assinalou que ele jamais se distanciou das suas raízes, seu povo e sua cidade natal, Três Lagoas. – A sua postura digna no Parlamento e nos importantes cargos que ocupou, não vai passar. Ele permanece e fica como exemplo de correção ética e nortear e a inspirar todos aqueles que desejam honrar seus mandatos – afirmou. Alvaro Dias lembrou também que, na fase aguda da doença, Tebet fez questão de se manter firma na tribuna do Senado, numa espécie de prontidão ética que demonstrava o seu apreço ao país e ao mandato de que estava investido. O senador citou pronunciamento feito por Tebet em outubro de 2001 em sessão do Congresso Nacional: “O Congresso Nacional não é casa de radicalismo, de intolerância. O Congresso Nacional é a casa da construção, dos grandes debates, do entendimento”, disse Tebet no discurso. Para Alvaro Dias, o momento de perda para o Senado e o país leva a refletir sobre os dias que virão. – A atividade política, tão carente de homens com o perfil ético e moral de Ramez Tebet, fica com uma lacuna irreparável -concluiu.

Comentários