29/05/2015 09h47 – Atualizado em 29/05/2015 09h47

O filme possui classificação etária de 18 anos e tem como personagem principal o povo brasileiro personificado nos nativos de Recife, sem amarras, sem tabus e sem preconceitos

Assessoria

O Bocacine Cine Clube exibirá no próximo domingo (31) o filme “Amarelo Manga”, do diretor Cláudio Assis. A exibição será no Centro Cultural “Professora Irene Marques Alexandria”, que fica à esquina da Rua Alexandre Costa com a Rua Paranaíba, próximo à Lagoa Maior, no Centro, a partir das 18h.

O drama que possui classificação etária de 18 anos não tem um protagonista. O personagem principal é o povo brasileiro personificado nos nativos de Recife, sem amarras, sem tabus e sem preconceitos.
Retratando temas como necrofilia, homossexualismo e adultério sem ser sombrio, Cláudio Assis retrata a realidade miserável de seus personagens de forma natural, como é vista no dia a dia, sem transformá-los em heróis ou vítimas da realidade social.

O filme é natural e visceral, sem deixar de ser repugnante e angustiante, como descreveu o próprio diretor: “Amarelo Manga é um soco no estômago”.

SINOPSE

No subúrbio de Recife, Lígia (Leona Cavalli) acorda já mal humorada, pois terá de suportar mais um dia servindo fregueses, que às vezes a bolinam no bar onde trabalha. Quando o dia terminar, só lhe restará voltar ao seu pequeno quarto, em um anexo do bar, e dormir para suportar a mesma coisa no dia seguinte.

Paralelamente Kika (Dira Paes), que é muito religiosa, está frequentando um culto enquanto seu marido, Wellington (Chico Diaz), um cortador de carne, decanta as virtudes da sua mulher enquanto usa uma machadinha para fazer seu serviço.

Neste instante no Hotel Texas, que também fica na periferia da cidade, Dunga (Matheus Nachtergaele), um gay que é apaixonado por Wellington, varre o chão antes de começar a fazer a comida. Na verdade ele é a pessoa mais polivalente no Texas, pois faz de tudo um pouco.

Um hóspede do Hotel Texas, Isaac (Jonas Bloch), sente um grande prazer em atirar em cadáveres, que lhe são fornecidos por Rabecão, um funcionário do I.M.L. Apesar de decantar Kika, isto não impede de Wellington ter uma amante, que está cansada da situação e quer que ele tome logo uma decisão.

Já Dunga pretende conseguir Wellington de outra forma, ou seja, fazendo um trabalho em um terreiro, assim de uma vez só ele “dá uma rasteira” na mulher e na amante. Isaac vai se encontrar no bar com Rabecão para lhe avisar que pode levar o cadáver. Lá ele conhece Lígia e sente vontade de ir com ela para a cama, mesmo com Rabecão lhe avisando que ninguém ali transou com ela.

(*) Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três Lagoas

O Bocacine Cine Clube exibirá no próximo domingo (31) o filme “Amarelo Manga”, do diretor Cláudio Assis. (Foto: Assessoria

Comentários