28/04/2015 16h53 – Atualizado em 28/04/2015 16h53

Angelo Guerreiro faz solicitação para escola estadual de Três Lagoas

A reivindicação, trazida inclusive a público durante a 8a. Ação Parlamentar Itinerante do Deputado Angelo Guerreiro na cidade, foi feita pela diretora da escola

Assessoria

O Deputado Estadual encaminhou indicação à Secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, para que seja avaliada, junto ao governo do estado, a possibilidade de incluir no orçamento de 2015 a instalação na Escola Estadual Professor João Magiano Pinto, de Três Lagoas, de lousas brancas, aquisição de equipamentos tecnológicos e a conclusão da reforma de duas salas, já que a obra está abandonada.

A reivindicação, trazida inclusive a público durante a 8a. Ação Parlamentar Itinerante do Deputado Angelo Guerreiro na cidade, foi feita pela diretora da escola, Ana Aparecida de Camargo dos Santos e a diretora adjunta, Lourdes Alves Neres de Souza. ”Um problema decorrente na carreira do professor é a alergia ao giz que é derivado do calcário. O pó de giz provoca reações alérgicas aos alunos, causam problemas respiratórios e prejudicam as cordas vocais. A lousa branca é uma reivindicação muito importante para o professor, além de colaborar com a saúde e a aprendizagem dos alunos”, justificaram as servidoras, que desejam também modernizar a qualidade de ensino, melhorando, automaticamente, as condições de trabalho do professor.

A preocupação das servidoras vem de encontro com a contribuição que a escola tem proporcionado a Três Lagoas ao longo de 45 anos, quando a mesma começou a funcionar na cidade. São aproximadamente mil e quinhentos alunos atendidos na segunda mais antiga e maior escola estadual do município. Por toda sua importância e a necessidade de uma estrutura adequada, Angelo Guerreiro espera o atendimento da indicação.

(*) Assessoria de Comunicação do Deputado Angelo Guerreiro

O Deputado Estadual encaminhou indicação à Secretária de Estado de Educação para a  aquisição de equipamentos tecnológicos e a conclusão da reforma de duas salas, já que a obra está abandonada na  Escola Estadual Professor João Magiano Pinto. (Foto: Assessoria)

Comentários