30/09/2015 17h29 – Atualizado em 30/09/2015 17h29

Atualmente a APAE do município solicita que seja mantida a cedência de professores que atuam na educação especial

Assessoria

Depois de receber um ofício encaminhado pela Apae de Bataguassu, Angelo Guerreiro apresentou indicação na sessão plenária desta quarta-feira, 30, ao Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, com cópia ao chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula, solicitando que seja mantida a cedência de professores que atuam na educação especial, Apae do município.

A instabilidade que a Apae de Bataguassu enfrenta é a mesma que outras Apaes do estado passam, pois deve haver mudança no Termo de Cooperação realizado pela Secretaria de Estado de Educação em 2016. Atualmente, as instituições trabalham com a cedência de profissionais que atuam na Educação Especial.

Conforme a previsão, para o próximo ano deve ser implantado pelo Governo do Estado um novo meio de cooperação, transformando as cedências em repasse de recursos financeiros, o que desagrada as Apaes, pois implica em acréscimos financeiros. “Esta situação tem causado grande insegurança às famílias”, declarou em ofício Erotildes Alves de Lemos Xavier, Presidente da Apae.

O Deputado Estadual pede o apoio do Governo do Estado para manter a cedência, “garantindo os direitos à educação de qualidade às pessoas com deficiência, que
historicamente vem sendo discriminados”.

(*) Assessoria de Imprensa do Dep. Angelo Guerreiro

O deputado estadual Angelo Guerreiro encaminhou ofício para o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja e com cópia ao chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula para que não haja mudanças. (Foto: Assessoria)

Comentários