14/05/2015 10h36 – Atualizado em 14/05/2015 10h36

O pedido é em razão da demanda, pois os Policiais Ambientais, além de Três Lagoas atendem Brasilândia, Água Clara e Selvíria

Assessoria

O parlamentar defendeu em sessão ordinária, por meio de indicação, o aumento do efetivo da Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas, enviando requerimento ao Governador Reinaldo Azambuja, com cópia ao Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Cesar Maluf. Conforme Angelo Guerreiro, o município segue em ritmo acelerado, com crescimento industrial e implantação de empreendimentos de grande porte e que tratam de questões ambientais, gerando aumento pelo trabalho da PMA. “Vale lembrar que o Batalhão da PMA em Três Lagoas atende Brasilândia, Água Clara e Selvíria, região cercada de rios, represas e reservas, o que exige intensa fiscalização”, detalhou o deputado.

Os policiais ambientais de Três Lagoas esclarecem que a maior dificuldade para atendimento no município e região é o baixo efetivo e a quantidade e qualidade de viaturas disponíveis. Atualmente, a Polícia Militar Ambiental da cidade possui 14 policiais, sendo que um está em treinamento na Capital e essa quantidade varia desde o comandante ao cargo mais novo. Além das cidades citadas acima, as quais os militares cobrem fiscalização, é importante destacar que, no caso de Água Clara, os PMAs se estendem até a divisa com Camapuã. O aumento do efetivo irá contribuir no cumprimento de denúncias e requisições que são enviados ao Batalhão.

(*) Assessoria de Imprensa do deputado Angelo Guerreiro

Segundo o deputado Angelo Guerreiro, com o aumento do efetivo, irá contribuir no cumprimento de denúncias e requisições que são enviados ao Batalhão da PMA. (Foto: Assessoria)

Comentários