29/10/2015 10h45 – Atualizado em 29/10/2015 10h45

A unidade tem capacidade de abrigar 70 internos e além de Três Lagoas outras sete cidades da região do Bolsão serão atendidas

Assessoria

Considerada a maior casa de internação de Mato Grosso do Sul e uma das mais modernas do país, o prédio da Unei Tia Aurora, de Três Lagoas, inaugurado em dezembro do ano passado, está fechado enquanto os internos continuam em uma casa adaptada.

O deputado estadual Angelo Guerreiro apresentou indicação, aprovada pelo plenário da Assembleia Legislativa, ao Chefe da Casa Civil, Sérgio de Paula, com cópia ao Secretário de Estado de Segurança Pública, Silvio Maluf, e à Superintendente da Assistência Socioeducativa, Carmem Lígia Loureiro Carmello, solicitando a ativação da Unidade Educacional de Internação.

Há quase um ano fechada, a nova unidade tem capacidade para abrigar 70 internos, atendendo adolescentes em conflito com a lei de Três Lagoas e outras cidades, como Água Clara, Anaurilândia, Aparecida do Taboado, Bataguassu, Inocência, Santa Rita do Pardo e Selvíria.

Enquanto isso, na casa adaptada, a capacidade é de 12 menores e, segundo a direção, a unidade chegou a abrigar 40 adolescentes. Devido à superlotação, em 2009 a Justiça interditou parcialmente o local, proibindo a entrada de outros adolescentes. Para Angelo Guerreiro, a superlotação causa insegurança, proibindo a internação de mais menores e contribuindo para o aumento da criminalidade.

(*) Assessoria de Imprensa do Dep. Angelo Guerreiro

O deputado estadual Angelo Guerreiro solicitou a ativação da Unidade Educacional de Internação. (Foto: Assessoria)

Comentários