15/06/2015 20h13 – Atualizado em 15/06/2015 20h13

Em momento de retração econômica, Três Lagoas ganha “presente”, com o início da construção da segunda linha de produção de celulose da Eldorado Brasil, com investimentos na ordem de R$ 8 bilhões

Foto e texto: Ricardo Ojeda e Patrícia Miranda

No dia em que a “Capital Mundial da Celulose”, completa 100 anos de emancipação, a Eldorado Brasil lança a pedra fundamental da nova fábrica, onde serão investidos R$ 8 bilhões na construção. O Brasil passa por uma retração econômica, e nesse momento essa notícia é o melhor presente que Três Lagoas pode receber de um grupo privado.

DADOS POSITIVOS

A cerimônia foi realizada no local onde será construída a fábrica e contou com a presença de autoridades políticas, do Estado e de municípios da região, imprensa e convidados. De uma maneira totalmente despojada o presidente da Eldorado Brasil, José Carlos Grubisich, iniciou a sua fala se auto denominando como “novo mestre de cerimônias”, enumerando os dados positivos da fábrica.

ORGULHO

“Nós somos atualmente a 5ª maior produtor de celulose de fibra curta no cenário nacional. A nossa linha de produção está em 1,5 milhão de toneladas por ano de celulose e, graças ao esforço incessante da nossa equipe já chegamos a capacidade de produzir 1,7 milhão de toneladas. Isso sem realizar nenhum investimento, o que para nós é motivo de orgulho, até porque é uma empresa que não completou seus três anos de vida e a colocamos em destaque em um ranking nacional. Representamos a força da celulose”, afirmou Grubisich.

Segundo informações repassadas pelo presidente da Eldorado Brasil, a celulose produzida na fábrica está presente em mais de 30 países.

PROJETO AUDACIOSO

Por sua vez, o diretor-presidente do grupo J&F, Joesley Mendonça Batista, comentou que o projeto inicial da Eldorado Brasil em 2010 foi audacioso e com um investimento de bilhões de dólares, que apesar de vários investimentos realizados pelo grupo, o ramo de celulose era um grande desafio. “É mais um sonho que idealizamos, concretizamos e realizamos. Onde estamos aqui hoje, era apenas uma fazenda e ver no que se tornou é muito gratificante. Convido a todos e espero que em julho de 2018 estejamos aqui para inaugurar o “Vanguarda 2.0”, expressou.

Veja na galeria os convidados e as autoridades que prestigiaram a solenidade

Os maquinários já estão apostos para o início da terraplanagem da construção da segunda linha de produção da Eldorado Brasil. Fábrica que movimentará no pico da obra mais de 20 mil trabalhadores. (Foto: Ricardo Ojeda)

Após o fim da solenidade, investidores, empresários e autoridades posaram para o registro da foto oficial, marcando assim o inicio da construção da fábrica. (Foto: Patrícia Miranda)

O diretor-presidente do grupo J&F, Joesley Batista explica ao jornalista Ricardo Ojeda as etapas dos investimentos que o grupo pretende aplicar no Estado. (Foto:Patrícia Miranda)

A senadora Simone Tebet, o governador Reinaldo Azambuja, o presidente da Eldorado Brasil José Carlos Grubisich e a prefeita de Três Lagoas Marcia Moura, após a solenidade participaram de uma coletiva concedida aos profissionais de imprensa. (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários