Policiais Militares Ambientais foram verificar uma denúncia de maus-tratos contra o animal, porém, no local constataram que as informações não procediam e que o dono do animal cuidava dele

Ao receber denúncias de maus-tratos contra um cavalo na última sexta-feira (11), policiais militares ambientais foram verificar as informações e encontraram o animal deitado em um terreno na área urbana no município. O cavalo não conseguia se levantar e estava sendo cuidado pelo seu proprietário, um idoso de 79 anos.

Questionado sobre a denúncia de maus-tratos, o homem comprovou aos policiais que alimentava o animal, providenciava sombra e água, além de remédios, quando necessário e até um colchão.

O idoso relatou aos militares que usou o animal muito tempo para o transporte de recicláveis, mas que há algum tempo, ele tinha adoecido, no entanto, estava fazendo o que podia para dar conforto ao cavalo, embora soubesse que ele estaria em fase terminal.

AJUDA DO VETERINÁRIO

Diante da situação, a PMA solicitou um atendimento com uma veterinária da prefeitura municipal. Com a ajuda dos policiais, a profissional medicou o cavalo para reduzir o seu desconforto até um atendimento definitivo.

ORIENTAÇÃO E NOTIFICAÇÃO

Ao constatarem de que a denúncia por maus- tratos não procedia, pois o idoso demonstrou que estava cuidando do animal, ele foi orientado e notificado a providenciar todos os cuidados necessários ao seu cavalo, bem como sua remoção da zona urbana.

Comentários