Ela renasceu das cinzas aos 60 anos com um novo estilo de vida depois de uma luta contra o câncer, depressão e síndrome do pânico

A vida de Maria Sebastiana de Oliveira Fernandes mudou em 2015, aos 58 anos, depois de descobrir um câncer de mama. Ela fez o tratamento, passou por cirurgia e seguindo as recomendações médicas, começou a praticar atividades físicas e pegou gosto pela musculação. Hoje, aos 64 anos, com 1,55 m e 55 kg, e um corpão escultural, ela se prepara para representar Três Lagoas de um campeonato de fisiculturismo.

Mãe de três filhos e avó de uma netinha, Maria é aposentada e além de curtir a família, ela vai para a academia fazer o que mais gosta há quatro anos. “Eu renasci das cinzas aos 60. Desde então essa é minha vida. Busco pela saúde e bem estar, além de ser muito vaidosa”, assumiu.

E a busca na atividade física como aliada em sua saúde não foi apenas pelo tratamento do câncer, que ela ainda faz acompanhamento e toma medicações, mas sim porque ela também enfrentou momentos de luta contra a depressão e síndrome do pânico. “Meu acompanhamento em Barretos (SP) e medicamentos ainda vão até junho, mas os problemas mentais que me assombraram, hoje já não fazem parte da minha vida”, comemorou.

Atualmente Maria treina auxiliada pelo seu personal Alejo Alonso Vieira Neto e conta com patrocínio da academia Atlética. Com acompanhamento do renomado nutricionista esportivo, Duda Nordi, de São Carlos (SP) ela está se preparando para ainda esse ano competir na categoria Wellness em um campeonato de fisiculturismo, que ainda não tem data definida por conta da pandemia do Covid-19. “Sou muito focada e determinada, meu objetivo com os treinos é antes da competição chegar a 12% de gordura corporal”, contou.

Maria encerra a entrevista deixando um recado a todos. “Não é segredo que atividade física previne e cura enfermidades. Hoje minha vida é outra, sou ainda mais feliz. Se cuidem, vocês não vão se arrepender. O corpo e a mente agradece”, concluiu.

Comentários