Aos amigos o militar tinha um coração grande, porém era rígido com a bandidagem. Foi o único que conseguiu por ordem na fronteira quando era comandante do GOF

Morreu há pouco no Hospital da Unimed em Campo Grande o coronel Adib Massad, de 91 anos. Ele estava internado havia vários dias devido a complicações de saúde causadas pela idade. Ontem a família havia divulgado um áudio informando que o estado de saúde do militar aposentado era crítico.

A morte de Adib foi confirmada há pouco pela filha Liliane Souza Benevides Massad. “Meu pai faleceu há pouco e a família ainda não decidiu onde será o velório e o sepultamento. Ainda vamos ver isso”, disse ela.

Coronel Adib Massad começou a carreira na Polícia Militar em 1953, foi responsável pelo então, GOF (Grupo de Operações de Fronteira), hoje, o DOF, por seis anos, entre os anos de 1980 e 1990.

Adib também disputou eleições em Dourados. Em 1996, foi eleito o vereador mais votado, com 2.839 votos. Tentou a reeleição, porém não conseguiu, e mudou-se para a capital.

No vídeo abaixo um pouco da história relatada pelo diretor do Perfil News, jornalista Ricardo Ojeda quando esteve em visita na residência do coronel.

(*) Antonio Coca – MS em Foco

Comentários