Com dificuldades financeiras, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) receberá da Prefeitura de Três Lagoas, durante o ano de 2020, R$ 1.514.990,88, que será usado para pagar parte da folha de pagamento salarial dos funcionários e pagar custos operacionais.

O valor total será dividido entre os meses de janeiro a dezembro e corresponde a mais da metade do total utilizado pela entidade para pagar os 75 funcionários – entre professores, médicos e pessoal administrativo – e manter a unidade aberta.

Segundo o presidente da Associação, Rodolfo Luis Guerra, sem o dinheiro seria impossível continuar com a entidade e todos os seus projetos.

“Estamos muito felizes de ter esse apoio tão importante do prefeito para nos ajudar a continuar mantendo a entidade. O valor equivale a mais de 50% dos nossos gastos, é de extrema importância para continuarmos oferecendo qualidade de vida para os nossos alunos”, disse.

Atualmente a APAE de Três Lagoas conta com aproximadamente 320 alunos cuja faixa etária varia de recém-nascidos a 60 anos.

A entidade, que realiza atendimentos específicos para autismo, problemas físicos ou mentais, conta também com um Centro de Convivência a Sociedade, horta, núcleo rural, salas para atendimento de psicomotricidade e multimídia e atendimento profissional, e conta com médicos, dentistas e psicólogos para o aluno e família.

A instituição oferece ainda aos alunos transporte e quatro refeições diárias com a supervisão de uma nutricionista.

Comentários