29/04/2019 13h50

Dentre os grupos de risco, o dos professores foi o que teve a menor adesão: só 3% dos profissionais tomaram a vacina

Redação

Da população estimada de 25.430 pessoas, pertencentes aos grupos prioritários de risco que precisam ser imunizados contra a Gripe Influenza A, apenas 4.119 doses da vacina foram aplicadas em Três Lagoas. Esse resultado parcial corresponde a 16,2% do total da meta de cobertura da vacinação.

Os dados são referentes ao levantamento inicial da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, oficialmente lançada em todo o Brasil, no dia 10 de abril e que deverá estender-se até 31 de maio.

Na primeira etapa da Campanha foi priorizado o atendimento ao grupo de risco, constituído por crianças de seis meses a seis anos incompletos e gestantes de qualquer tempo de gravidez.

Na segunda etapa, iniciada no dia 22 e em andamento, além das gestantes e crianças, a vacina passou também a estar disponível para as demais pessoas de outros grupos de risco, ou seja, idosos e idosas acima de 60 anos, profissionais da Saúde, mulheres que deram à luz recentemente, doentes crônicos, professores e professoras que trabalham em sala de aula na Educação pública e particular e adolescentes e jovens, de 12 a 21 anos, em cumprimento de medidas sócio educativas em UNEI – Unidade Educacional de Internação.

ÍNDICES BAIXOS

Conforme dados divulgados nesta segunda feira (29), das 9.020 crianças dessa faixa etária e que precisam ser imunizadas contra a gripe, apenas 2.862 foram vacinadas, o equivalente a 31,73% da meta.

Quanto às pessoas idosas, acima de 60 anos, uma população estimada de 10.406 pessoas, apenas 704 idosos foram vacinados até agora, o que representa 6,77% do estimado.

Fazem ainda parte dos grupos de risco: Trabalhadores da Saúde (3.153), vacinados 508, ou seja, (16,11%); Professores e professoras (1.190) e apenas 37 receberam a vacina (3,11%); do estimado de Gestantes (1.427), 241 doses foram aplicadas (16,89%); e das 234 puérperas (que deram à luz até há 45 dias), 51 mulheres foram imunizadas (21,79%).

A vacina continua disponível nos postos dos bairros, nas unidades de Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS), Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também na sala de vacinas do Setor de Imunização, no Centro de Especialidades Médicas (CEM).

DIA DE MOBILIZAÇÃO NACIONAL – DIA “D”

O denominado “Dia D”, de mobilização nacional da campanha está marcado para o primeiro sábado do mês de maio, dia 4, em todo o Brasil, das 8h às 17h.

No “Dia D”, equipes de Vacinação estarão em todas as Unidades Básicas de Saúde e na sala de Vacinas do CEM, atendendo a todas as pessoas dos Grupos Prioritários acima citados, ou seja, gestantes, crianças e idosos, profissionais da Saúde e da Educação e doentes crônicos, que não foram vacinados nas datas a eles reservadas.

Além dessas equipes fixas, no “Dia D” também haverá “postos móveis” de vacinação no recinto da Feira Livre, na Avenida Rosário Congro, no Centro, das 6h às 11h; e na Clínica do Idoso, na Rua José Sebastião de Souza, número 830, Bairro Nossa Senhora Aparecida.

Aproveitando a oportunidade do “Dia D”, as equipes de vacinação da SMS de Três Lagoas estarão também realizando a atualização das Carteiras de Vacina de Gestantes e Crianças.

Foto: Arquivo

Comentários