16/10/2013 11h38 – Atualizado em 16/10/2013 11h38

Denúncias levaram os policiais abordar o traficante no momento que vendia crack a usuário

Traficante foi detido e levado à sua casa, onde os policiais encontraram mais drogas e ainda no momento da ação os agentes atenderam uma ligação de um usuário solicitando uma parada de crack

Ricardo Ojeda

Após receberam denúncias anônimas sobre comércio de drogas Policiais Civis de Selvíria, informando que Marcos Roberto Cândido, de 33 anos, o qual estaria vendendo “crack” através do “Disk Drogas”. Diante disso, os agentes iniciaram diligências e campanas, comprovando-se as denúncias.

Na tarde de terça-feira, 15, por volta das 16 horas, após denúncia de que Marcos Roberto iria entregar certa quantidade de “crack” para um viciado nas proximidades da Prefeitura, os policiais dirigiram-se ao local, onde ali abordaram o denunciado, com o qual foi apreendido um invólucro plástico contendo certa quantidade de “crack” , além de uma quantia em dinheiro e ainda um aparelho celular.

LIGAÇÃO TELEFÔNICA

Enquanto era realizada a abordagem , o aparelho apreendido recebeu uma ligação de outro viciado , o qual pedia a quantia de R$ 50,00 em “crack”.

Logo após , os policiais seguiram para a residência de Marcos Roberto , onde ali foram localizados mais quatro invólucros de “crack”, próprios para confeccionar cerca de oitenta “papelotes” e ainda dois invólucros de maconha, com 35 gramas Ainda no imóvel os agentes apreenderam petrechos para a confecção de “papelotes” da droga.

Diante dos fatos, o traficante Marcos Roberto Cândido recebeu voz de prisão e foi autuado em flagrante delito. Em seguida , foi encaminhado à Penitenciária de Segurança Média de Três Lagoas.

Em pesquisas aos antecedentes , constatou-se que Marcos Roberto já foi autuado duas vezes por Furto Qualificado na cidade de Três Lagoas , além de responder a processos por furto, receptação e violência doméstica por aquela Comarca.

Policiais ao diligenciar na casa do acusado, encontraram mais substâncias tóxicas, além de certa quantia em dinheiro (Foto: Polícia Civil)

Marcos Roberto Cândido, de 33 anos, possui extensa ficha criminal e deu azar no momento da abordagem quando seu telefone tocou e os policiais atenderam onde um viciado fez uma encomendo de crack (Foto: Polícia Civil)

Comentários