15/10/2019 07h54

O corpo do comerciante Cacau foi localizado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas exatamente às 5hs48 minutos dessa terça-feira. O comunicado oficial foi divulgado pelo tenente Cândido

Ricardo Ojeda

O corpo do comerciante Cacau foi localizado pela equipe do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas exatamente às 5hs48 minutos dessa terça-feira. O comunicado oficial foi divulgado pelo tenente Cândido, que desde o dia da ocorrência estava acompanhando o trabalho de resgate foi comandado pelo tenente Túlio, que desde o dia do ocorrido esteve no rio coordenando as buscas.

BUSCAS

Durante os três dias de buscas que começou no sábado, por volta das 17 horas, prosseguindo no domingo e na segunda-feira, iniciando às 5 horas da manhã até às 17hs30, a guarnição contou com apoio de vários voluntários da APTL, equipe da Marinha, além de ajuda aérea através dos pilotos de paramotor que sobrevoaram o local que o comerciante teria caído.

A piloto de paramotor Sayuri Baez sobrevoou diariamente e pelas imagens que ela registrava dava para perceber a imensidão do Rio Sucuriú e o quanto seria difícil a localização do corpo, devido a profundidade do local. O tenente Cândido no início das buscas informou ao Perfil News que o corpo de uma pessoa demora de 36 a 48 horas para emergir, porém os trabalhos de buscas prosseguiram até encontrar o corpo.

BOIANDO

Na manhã desta terça-feira, a equipe iniciou as buscas mais cedo, às 4hs45 e não demorou 30 minutos para localizarem o corpo do comerciante que estava boiando, conforme precisou o tenente Cândido. O local foi exatamente onde ocorreu o acidente.

O comerciante, Antonio Carlos Alástico, o Cacau estava trajando um calção florido e uma camiseta de manga comprida azul. Após resgatado, os bombeiros levaram o corpo para a margem do Rio e acionaram a perícia Técnica da Polícia Civil, dando por encerrada a missão de buscas de mais de 48 horas no Rio Sucuriú.

De acordo com informações, após liberado pela perícia a funerária Duílio será a responsável pela preparação do Corpo. Existe até a possibilidade de não ocorrer o velório, seguindo direto para o sepultamento, porém essa decisão será da família.

Equipe de buscas e salvamento do Corpo de Bombeiros de Três Lagoas trabalharam incansavelmente para encontrar o corpo da vítima (Foto: Assessoria de Comunicação)

Barco utilizado pelos bombeiros que atuaram na busca do corpo do comerciante (Foto: Assessoria de Comunicação)

Comentários