26/01/2019 07h33

Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) deve realizar novas vistorias nesses locais a partir da próxima semana

Redação

O rompimento da barragem da Vale nesta tarde (25) em Brumadinho, Minas Gerais, reacendeu a preocupação das autoridades de Mato Grosso do Sul quanto às barragens do Estado.

O secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) determinou que o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) realize novas vistorias nesses locais a partir da próxima semana.

Direto de Brasília, onde cumpre agenda com o governador Reinaldo Azambuja, Verrruck lamentou a tragédia ocorrida em Brumadinho e lembrou que, há dois anos, todas as barragens de Mato Grosso do Sul passaram por uma ampla vistoria.

“Naquela oportunidade verificamos que as barragens não apresentavam nenhum tipo de risco e todas estavam devidamente licenciadas e dentro do padrão”, comentou.

Tragédia

A barragem se rompeu, por volta das 12h (MS) lançando no meio ambiente e sobre dezenas de residência, quantidade ainda desconhecida de lama e rejeitos de ferro. O número de desaparecidos pode chegar a 230 pessoas. Pelo menos 7 pessoas morreram.

(*) Campo Grande News

Técnicos durante vistoria de minerador em Corumbá.(Foto: Divulgação)

Comentários