05/05/2015 10h46 – Atualizado em 05/05/2015 10h46

Assembleia Legislativa, por meio da Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet, reafirmou nesta segunda-feira (04), parceria com o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) para a realização das eleições da próxima edição do Parlamento Jovem

Assessoria

O presidente da Casa de Leis, deputado Junior Mochi (PMDB), junto da diretora da Escola do Legislativo, Cheila Vendrami, participaram da reunião com o presidente do TRE-MS, desembargador Divoncir Schreiner Maran. O objetivo do encontro foi organizar o processo eletivo do Parlamento Jovem 2015/2016.

Desde a primeira edição do projeto, o Tribunal fornece toda assessoria para o processo, desde a preparação do edital, das urnas, treinamento dos mesários até diplomação. “Na edição passada, foram 26 urnas, várias escolas participantes, estaduais, particulares e uma federal, e conseguimos levar ao aluno essa participação de uma forma mais concreta, mostrar o que é o voto, como votar, o que é a cidadania”, disse Luciana Alencar, secretária de Tecnologia da Informação do TRE-MS.

O Parlamento Jovem vai para sua quinta edição e conta com uma comissão formada por representantes da Secretaria de Estado de Educação, Tribunal Regional Eleitoral e da Assembleia Legislativa. A participação no projeto é aberta para alunos do 1º e 2º anos de escolas públicas e privadas que poderão se inscrever em breve.

Mochi reforçou a importância da parceria para o projeto e da participação dos jovens no Poder Legislativo. “Estamos aqui para reforçar essa parceria e também os planos de ampliar o projeto. A ideia vai tomar outros contornos para que possamos aperfeiçoar o Parlamento Jovem, valorizando a participação do jovem para despertar nele a cidadania e a vontade de participar da atividade política tão importante na vida da sociedade”, enfatizou.

(*) Portal ALMS

O objetivo do encontro foi organizar o processo eletivo do Parlamento Jovem 2015/2016. (Foto: Assessoria)

Comentários