09/03/2016 18h34 – Atualizado em 09/03/2016 18h34

O governador Reinaldo Azambuja relatou a situação no Estado, onde, segundo ele, as chuvas derrubaram 97 pontes, afetando diretamente 37 dos 79 municípios

Assessoria

O ministro interino da Integração Nacional, Carlos Antônio Vieira Fernandes, e o governador Reinaldo Azambuja assinaram nesta quarta-feira (9), em Brasília, termo de compromisso para construção de 28 pontes em 11 municípios de Mato Grosso do Sul atingidos pelas chuvas dos últimos meses. O convênio prevê investimento federal de R$ 18.376.545,00.

A assinatura do acordo foi acompanhada pelo coordenador da bancada federal no Congresso Nacional, senador Waldemir Moka (PMDB) e pelos deputados federais Vander Loubet e José Orcírio Miranda dos Santos, ambos do PT, Carlos Marun e Geraldo Resende, do PMDB, Tereza Cristina Corrêa da Costa (PSB), Mandetta (DEM), Dagoberto Nogueira (PDT) e Elizeu Dionísio (PSDB).

De acordo com o ministro, a liberação dos recursos é necessária em razão das fortes chuvas que atingiram Mato Grosso do Sul entre dezembro e janeiro, causando destruição de estradas e pontes, o que comprometeu o tráfego de veículos e caminhões em vários municípios. “Recebemos a demanda e procuramos apressar a aprovação do plano de trabalho para que os prejuízos sejam minimizados”, comentou o interino.

Líder da bancada, Moka destacou o apoio do Ministério da Integração para a reconstrução das pontes, sobretudo, a do ministro Gilberto Occhi, que está afastado do cargo para tratamento de saúde. “Só temos a agradecer a atenção com que nosso Estado foi atendido nesse momento difícil”, disse o senador, reforçando a união da bancada em torno da demanda apresentada pelo governo estadual.

O governador Reinaldo Azambuja fez breve relato da situação no Estado, onde, segundo ele, as chuvas derrubaram 97 pontes, afetando diretamente 37 dos 79 municípios. “Foi preciso o Estado colocar 19 equipes de emergência para atender à demanda dos municípios, enquanto os recursos federais não fossem liberados”, explicou, destacando a participação efetiva da bancada federal para a assinatura do acordo com o governo federal.

Azambuja disse que os recursos a serem liberados vão permitir a troca de pontes de madeira por concreto, o que dará mais segurança aos motoristas e durabilidade das obras. “Temos muita coisa a ser feita no Estado em relação ao que as chuvas causaram, mas essa assinatura é o início dos trabalhos”, afirmou.

As pontes a serem reconstruídas estão localizadas em Amambai, Bela Vista, Caarapó, Coronel Sapucaia, Deodápolis, Iguatemi, Juti, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.

Também acompanharam a assinatura do acordo o secretário nacional de Defesa Civil, coronel Adriano Pereira, o secretário estadual de Obras, Marcelo Miglioli, representantes do Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Olmo Xavier e Hélber Jordão, o chefe da Defesa Civil do Estado, coronel Isaías Bittencourt, e o prefeito de Nova Andradina, Roberto Hashioka.

(*) Assessoria do Senador Moka

Bancada federal e governador durante assinatura de convênio com ministério da Integração Nacional. (Foto: Assessoria)

Comentários