25.7 C
Três Lagoas
segunda-feira, 25 de outubro, 2021
InícioNotíciasSaúdeAtividades físicas: frio x calor

Atividades físicas: frio x calor

Médico explica qual a diferença em praticar exercícios em diferentes temperaturas 

Quem nunca sentiu aquela preguiça em ir à academia durante dias chuvosos e de temperaturas baixas? Ou ainda teve algum receio de praticar exercícios nos dias mais quentes? Frio ou calor, verdade seja dita, uma rotina de exercícios físicos é muito importante e necessária.  

As vantagens de exercitar-se são inúmeras e inquestionáveis, mas, sim, há uma diferença em praticá-los nos dias quentes ou frios, segundo o Dr. Rodrigo Miziara Severino, ortopedista e especialista em Medicina Esportiva da Unimed Campo Grande.  

“Os benefícios da atividade física tanto no frio quanto no calor são praticamente os mesmos, tais como controle de peso, menor risco cardiovascular, controle glicêmico e fortalecimento muscular. A grande diferença é que a atividade física no inverno gasta mais calorias”, informa o especialista. 

Dr. Rodrigo ainda explica que “no frio, devido a perda da temperatura corporal, nosso corpo é praticamente obrigado a aumentar o metabolismo para que as células consumam mais energia e as transformem em calor para nos manter aquecido”. 

“Nas temperaturas baixas também é preciso valorizar o alongamento e aquecimento antes de iniciar a prática da atividade física, já que no inverno a musculatura se mantém mais contraída’, completa. 

Já no calor, o médico alerta que há a necessidade de atentar-se à vestimenta na hora de praticar qualquer exercício físico. “No calor intenso é preciso tomar cuidado com a vestimenta, com preferência para roupas leves, hidratar-se e, se for realizar atividade ao ar livre, usar o protetor solar”. 

Aos que querem incluir esta mudança de hábito no dia a dia, ou até mesmo para os que já praticam regularmente alguma atividade física, o médico, que também é especialista em cirurgias de joelho, fala que “o exercício físico tem a capacidade de prevenir doenças e lesões, ele também faz parte do tratamento de doenças cardiovasculares, diabetes, distúrbios de ansiedade e insônia”. 

Dr. Rodrigo, por fim, adverte que é muito importante, antes de qualquer atividade física, fazer uma avaliação médica. “É fundamental, pois permite avaliação completa e individual deste esportista através de exame físico, histórico familiar e de lesões, realização de exames complementares, além de conhecer melhor o esportista e, assim, juntos traçar metas e objetivos para prática do exercício físico com saúde”, conclui. 

(*) Comunicação Unimed

Comentários
MATÉRIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Comentários
error: Este Conteúdo é protegido! O Perfil News reserva-se ao direito de proteger o seu conteúdo contra cópia e plágio.