21/03/2016 17h46 – Atualizado em 21/03/2016 17h46

Desde a sua criação, há 24 anos, o sindicato tem denunciado desde as precariedades das delegacias até a falta de estrutura para desempenhar as funções

Assessoria

O Sinpol-MS promove, no dia 30 de março, a Audiência Pública: Valorização do Policial Civil: Custódia de Presos; Desvio de Função; Condições de Trabalho, na qual debaterá amplamente estes temas com autoridades e entidades ligadas à Segurança Pública em âmbito estadual e nacional.

Desde a sua criação, há 24 anos, o sindicato tem denunciado desde as precariedades das delegacias até a falta de estrutura para desempenhar as funções. “Há delegacias, principalmente no interior, que faltam desde coletes e combustível para as viaturas a água para beber”, afirmou o presidente do sindicato, Giancarlo Miranda.

A custódia de presos nas delegacias é outra situação que há décadas assola a categoria. Situação caótica que já provocou diversos casos de agressão aos policiais civis. “Vamos apresentar depoimentos de diversos colegas cotando essa dura realidade que prejudica o trabalho policial e desvalorizar o bem mais precioso do Serviço Público, o ser humano”, enfatizou. A Audiência Pública será no dia 30 de março, às 13h, na Assembleia Legislativa do MS e está aberta a participação da sociedade em geral.

(*) Sinpol-MS

A Audiência Pública será no dia 30 de março, às 13h, na Assembleia Legislativa do MS e está aberta a participação da sociedade em geral. (Foto: Assessoria)

Comentários