13/04/2014 14h19 – Atualizado em 13/04/2014 14h19

Mariana Balbi, atual campeã brasileira de MX Feminina em 2013, chega em 5º na MX3

Larissa Lima

Nas pistas desde os oito anos de idade, a mineira Mariana Balbi, de 28 anos, é um dos maiores destaques do Motocross nacional. Durante anos foi a única mulher a correr na modalidade, competindo apenas com homens.

“Meu pai e meu irmão pilotavam, cresci nesse meio. Então assim que aprendi a andar de bicicleta, já me interessei pelas motos e hoje corro há 20 anos”, conta Mariana.

Na corrida de ontem (12), Mariana chegou na quinta colocação, com 25’48.579, apenas 1’15.270 em relação ao primeiro lugar, que ficou com Davis Guimarães. Pela segunda vez no Brasileiro de Motocross em Três Lagoas, a filha do ex-piloto e seu atual mecânico Jorge Balbi, elogiou o circuito, comentando que “a pista desse ano está bem melhor que a do ano passado, eles trabalharam bem, colocaram muita areia, o que fez melhorar bastante”, comentou.

Sobre seu resultado na prova, Mariana comenta: “mesmo largando em décima, fiz um bom resultado, consegui ganhar muitas posições, mesmo estando ainda muito fraca, pois passei mal na sexta-feira”, completa a corredora, que acreditava que não conseguiria participar da prova. Segundo ela, comeu algo que a fez passar mal um dia antes, tendo que ir até ao pronto socorro.

Mas o resultado não foi o único motivo de alegria. A esportista conta que apesar do calor, gostou muito de Três Lagoas. “As pessoas aqui são bem hospitaleiras, simpáticas. Gostei muito da recepção e da hospedagem, a cidade é bem gostosa”, revelou ao Perfil News, com muito simpatia.

Além de Mariana, outras mulheres competiram na categoria: Stefany Serrão, que chegou em 14 º e Mariana Basso, finalizando a prova em 27 º.

Confira a galeria de fotos feitas por Kelson Rene/ CBM na prova de MX3, realizada ontem:

Correndo com sua moto Kawasaki, Mariana Balbi chegou em quinto na categoria MX3 (Foto: Larissa Lima)

Comentários