09/12/2014 18h18 – Atualizado em 09/12/2014 18h18

Aposentada quase perde R$ 20 mil em golpe de falso seqüestro. Ela contou os momentos de tensão que passou durante ligações do bandido

Léo Lima com informações

Uma ligação telefônica informando um suposto seqüestro quase levou uma aposentada de 54 anos a cair no golpe e perder R$ 20 mil. O fato ocorreu na tarde desta terça-feira (09), em Três Lagoas.

Segundo a vítima, ao receber ligação no celular a voz do outro lado dizia que estava com a filha da idosa. Desesperada a vítima acabou repassando informações para o bandido que fortaleceram as ameaças de morte proferidas por ele contra a suposta sequestrada.

A aposentada disse à Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, que o criminoso exigiu a quantia inicial referida e a mulher, em prantos, afirmou que não possuía aquele valor pois era muito alto.

Diante disso, a voz do outro lado da ligação reduziu (e muito) sua exigência em relação ao valor: ela deveria sacar R$ 1 mil reais.

Feito isso, a vítima foi até uma agencia bancária localizada na Avenida Capitão Olinto Mancini e se deparou com dois policias que estavam realizando rondas relativas ao esquema especial de final de ano da Polícia Militar. Ela, tampando o fone com uma da mãos, contou aos PMs o que estava acontecendo.

De imediato, os policiais comunicaram o Centro de Operações da Polícia Militar (Coipom) que acionou uma viatura da Rotai (Rondas Ostensivas Táticas do Interior) para que atendessem a vítima.

PRESSÃO

A voz de uma mulher, muito parecida com a voz da filha da vítima implorava: “mãe não deixa eles me matarem, por favor,”.

A vítima chegou a entrar na agencia e pediu para sacar a quantia e o gerente desconfiou do nervosismo da cliente. O funcionário do banco também ligou para a polícia.

Com a chegada dos policias da Rotai, a mulher foi informada de todo o esquema criminoso que é realizado nesses casos e ela entrou em contato com a filha que afirmou estar bem e em nenhum momento corria perigo nas mãos de bandidos.

A agência bancária, no centro de Três Lagoas, onde a aposentada sacaria o dinheiro do resgate para salvar sua filha; golpe foi frustrado (Foto: Celso Daniel)

Policiais militares efetuavam ronda pela avenida Capitão Olinto Mancini, quando se depararam com a vítima que contou o que estava acontecendo (Foto: Celso Daniel)

Comentários