26/03/2012 19h49 – Atualizado em 26/03/2012 19h49

Aliança PMDB-PT em Bataguassu está quase selada

O que era impossível há oito anos é visto como natural no município

Edmir Conceição

Em Bataguassu. as conversas para a aliança do PMDB com o PT estão adiantadas e só dependem do alinhavo do deputado Eduardo Rocha e da vice-governadora Simone Tebet, incumbidos pelo governador André Puccinelli de amarrar as coligações nos municípios da região. Fonte garante, no entanto, que o nome do PMDB, deputado Akira Otsubo, ainda não decolou em sondagens internas.

Segundo o prefeito João Lemes, do PT, seu partido apóia a pré-candidatura do ex-deputado estadual e suplente de deputado federal Akira Otsubo. O PT fica com a vaga de vice e já tem nome – Preta Kotai.

O ex-deputado Akira Otsubo, que acompanhou a agenda do governador André Puccinelli em Três Lagoas nesta segunda-feira, confirmou os entendimentos. O prefeito João Lemes, que também participou de solenidades ao lado do governador disse que não há nenhum obstáculo à união com o PMDB no município, mas deu a entender que algumas obras precisam ‘acontecer’.

Em nível estadual, segundo as lideranças peemedebistas, as principais dificuldades estão na Capital e Corumbá, onde a coligação se deteriorou no segundo mandato de Ruiter Cunha. Em Três Lagoas o PT tomou a frente da costura da aliança de oposição, oferecendo-se para a vaga de vice do pré-candidato Ângelo Guerreiro.

Durante a visita do governador André Puccinelli, o deputado estadual Eduardo Rocha disse que o PMDB não tem objeção a nenhum partido, seja da oposição radical, seja dos social-democratas.

Ex-deputado Akira Otsubo disputará prefeitura de Bataguassu com apoio do PT, que hoje administra a cidade. (Foto: Ricardo Ojeda)

Comentários