18/11/2006 12h29 – Atualizado em 18/11/2006 12h29

Folha Online

O papa Bento 16 defendeu neste sábado o casamento católico e pediu para que os sacerdotes ajudem os jovens a compreender o “sim, quero” como algo definitivo.Num discurso pronunciado diante de um grupo de bispos alemães recebidos no Vaticano, o pontífice abordou o tema do matrimônio e a família.”É muito importante ajudar os jovens a dizer o ‘sim’ definitivo, que não se opõe à liberdade, mas que constitui uma oportunidade”, afirmou.Bento 16 reconheceu que os jovens temem se unir de forma “definitiva”, por isso é difícil “aceitar filhos e dar a eles um espaço duradouro para crescer e amadurecer, como o representado pela família fundada no matrimônio”.O papa defendeu que é por meio da “paciência dos que vivem juntos por toda a vida” que “o amor alcança sua verdadeira maturidade”.Bento 16 revelou temer que o casamento, “tal como foi estabelecido pela criação e a Bíblia”, seja destruído e convidou a Igreja alemã a ‘fazer todo o possível para que o matrimônio e a família sejam formados, promovidos e fomentados”.

Comentários