19/10/2015 14h42 – Atualizado em 19/10/2015 14h42

Vereador ainda sugeriu melhorias no sistema, principalmente em trechos da Lagoa Maior

Assessoria

Na manhã da última sexta-feira (16), o vereador Beto Araújo visitou a central de monitoramento por câmeras, no quartel da Polícia Militar, para verificar, in loco, imagens da Lagoa Maior, do dia em que uma cobra sucuri apareceu morta no local, e para conhecer como o sistema tem auxiliado no combate à violência em Três Lagoas.

Na data da morte do animal, em 17 de setembro, o vereador solicitou que PM analisasse as imagens das câmeras de segurança instaladas na lagoa, com objetivo de esclarecer se havia ocorrido algum ato de violência. No entanto, nas imagens vistas pelo vereador, juntamente com o comanda interino da PM, major Élcio Almeida, não foi identificado nada que levasse à possibilidade de crime ambiental. “Possivelmente, foi uma morte natural ou acidental”, disse.

O vereador considerou a visita bastante produtiva porque, inclusive, teve um panorama sobre o monitoramento realizado no município. De acordo com dados repassados pela PM, os crimes de roubo teriam sofrido queda de cerca de 40%, após a vigilância 24h, em diversos pontos da cidade.

Beto disse que também identificou alguns pontos cegos no monitoramento da Lagoa Maior, sobretudo no trecho em que há árvores, pois as câmeras não conseguem capturar imagens sob elas. Lembrando que o sistema, no geral, é bastante eficiente e moderno.

(*)Assessoria Câmara Municipal de Três Lagoas

Roubo tiveram queda de cerca de 40%, após a vigilância 24h (Foto:Assessoria)

Comentários